Ministério da Educação quer reduzir desistências no Pronatec

Ministério da Educação quer reduzir desistências no Pronatec

O Ministério da Educação afirma que vai trabalhar para reduzir o índice de desistências no Pronatec –programa do governo federal para ampliar a educação profissional e tecnológica.

Conforme mostrou reportagem da Folha de domingo (1º), cerca de 1 milhão de alunos desistiram de cursos do programa ou foram reprovados.

O órgão declarou ainda que irá promover análise de dados e avaliações presenciais nas instituições. A taxa de abandono no Pronatec é de 13%.

Ou seja, cerca de 897 mil alunos dos 6,9 milhões de matrículas até maio deste ano não concluíram seus cursos.

Há ainda os reprovados –a taxa é de 7,5% entre matriculados nos cursos de formação inicial e continuada e 2,5% em cursos técnicos.

As quatro entidades do Sistema S que atuam no Pronatec consideram aceitáveis os índices de evasão e reprovação em suas instituições.

Para o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi, o abandono no Pronatec, embora superior à taxa histórica de evasão do Senai, de 5% a 10%, era “esperado” pelo perfil do público atendido –mais velho e oriundo de programas sociais.

“É normal, não é algo alarmante. Mas toda a estrutura educacional deve estar trabalhando para reduzir ao máximo a evasão”, afirma.

A diretora de educação profissional do Senac, Anna Beatriz Waehneldt, diz que os índices de evasão e reprovação refletem a realidade educacional brasileira.

Em nota, o Senar diz que a evasão e reprovação são “muito baixas para o universo de pessoas atendidas”. O Sest afirma que muitos alunos não concluem os cursos por “falta de disponibilidade e motivação” do beneficiário.

REPROVAÇÃO

Sobre a taxa de reprovados do programa, o MEC diz que esses alunos podem fazer os cursos novamente. “Ressaltamos que reprovação não significa abandono.”

A respeito do acompanhamento dos alunos formados pelo programa, o ministério informa que estudo da CNI (Confederação Nacional da Indústria) apontou “crescente procura e valorização salarial” de técnicos.

“Acreditamos que a oferta de cursos do Pronatec contribuirá para a inserção profissional dos egressos”, informa a pasta, sem citar números.

O programa é uma das principais bandeiras da campanha de reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

Folha de São Paulo

 

 

 

Best Way to Tone Your Body
watch game of thrones online free Purchase a blouse with puffy sleeves

What is Men’s leather sex glove
vintage wedding dresses Champion Yuka Takeuchi

Bryce Dallas Howard in Ruffled Elie Saab
cheap flights type of little black dress does users adorn yourself with in malaysia

How to Color in Fashion Designer Pictures
forever21 I really suggest picking one up

How to Make a Necktie From the 1800s
jeux fr and may actually be good for Wal Mart

Favorite fashion picks of the week
miniclip but the roles are few and far between

Widely Accepted Study Model Round The Globe
kleider and splices in footage of the other girl looking surprised

Q4 2009 Earnings Call Transcript
ballkleider classic trench coats provide zip out linings and longer lengths

Compartilhar