Ministra Dilma Rousseff destaca papel das universidades no País

Ministra Dilma Rousseff destaca papel das universidades no País

A reunião do Conselho Pleno da Andifes, realizada neste mês de setembro, contou com a participação da Ministra-Chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. A ministra falou sobre ao crescimento do país a partir da relação universidade, educação, pesquisa de alta qualidade.

A ministra Dilma afirmou que a retomada e recuperação do sistema de ensino brasileiro torna-se cada vez mais necessária para que o país tenha um crescimento sustentável satisfatório para ultrapassar a condição de país emergente para o desenvolvido. Ela destacou ainda a importância do ensino superior e a reconstrução das universidades federais como instituições de excelência e de ponta em pesquisa.

Na reunião a Ministra deixou claro que essa mudança de patamar do país só será possível a partir da diminuição das diferenças regionais e da construção de uma agenda própria, proporcionando a ampliação da formação de doutores e mestres, com prioridade para as áreas de conhecimento em ciências exatas. "Sem isso não há como mudar de patamar" – enfatizou ela. "O PAC da ciência e tecnologia inclui a construção de infra-estrutura necessária para isso", completou.

Outra questão levantada para a agenda é exigir dos grandes projetos de infra-estrutura a transferência de tecnologia, através de uma tríade bem articulada incluindo a participação de instituto de pesquisa das universidades, governo e financiamento privado.

Sobre os investimentos dos recursos da exploração do petróleo do pré-sal na educação, a Ministra Dilma Rousseff esclareceu que esses recursos darão ao governo a oportunidade de qualificar melhor os professores e pesquisadores, fornecendo equipamentos, ampliando a oferta de cursos de pós graduação no Brasil e no exterior e construindo centros de excelência que tenham destaque entre os 10 primeiros melhores do mundo.

O reitor Amaro Lins, presidente da Andifes, destacou que a presença da Ministra Dilma Rousseff na Reunião do Conselho Pleno torna-se um momento especial para a Associação pelo reconhecimento do papel das universidades federais no desenvolvimento econômico e social do país.

Ele afirmou que a apresentação da Ministra se alia à visão dos reitores quanto à necessidade de integrar as instituições ao projeto de desenvolvimento, na formação de pessoal e na produção de pesquisas científicas de alta qualidade e relevância que atendam às necessidades do país, incrementando o setor produtivo com novos serviços e produtos.

Proposta da Andifes

Para aproximar a produção tecnológica das universidades com o setor produtivo a Andifes tem articulado um projeto de expansão do ensino de pós-graduação junto ao Ministério da Educação, o Ministério da Ciência e Tecnologia, O Ministério da Indústria e Comércio Exterior e demais entidades relacionadas ao setor, como CNI e BNDES. O Programa de Apoio à Pós Graduação das IFES – PAPG tem como meta consolidar e expandir programas de formação pós-graduada, contemplando a correção das diferenças regionais e das áreas de conhecimento. Procura também atender à demanda de pessoal qualificado para a implementação das políticas industrial e de desenvolvimento em Ciência e Tecnologia no País, como o Programa de Aceleração do Crescimento do Governo Federal (PAC).

Atualmente, no Brasil, faltam técnicos e especialistas para fomento da produção das indústria naval, química e setor energético, nas áreas do petróleo, etanol e energia eólica, por exemplo.

Compartilhar