Mobilidade Acadêmica da UFJF está com inscrições abertas

Mobilidade Acadêmica da UFJF está com inscrições abertas

Até 17 de março, a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) receberá as inscrições para o Programa de Mobilidade Acadêmica para o segundo semestre de 2010. Neste ano, o Programa traz novidades. O estudante que vier para a UFJF receberá a carteirinha de estudante da universidade, poderá usufruir do Restaurante Universitário e poderá participar do Programa de Apoio Estudantil (www.ufjf.br/cae).

O objetivo do programa é estimular o desenvolvimento acadêmico por meio do intercâmbio de alunos de graduação entre as Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) brasileiras por até três semestres letivos. É importante frisar que não se trata de uma transferência definitiva, como esclarece a gerente de mobilidade acadêmica, Maria dos Remédios Pereira da Silva. “Esse é um equívoco muito comum entre os alunos. Terminado o período do intercâmbio, os estudantes devem retornar a sua instituição de origem.” O período de inscrição é válido tanto para os estudantes que querem vir para a UFJF quanto para aqueles que queiram estudar em outras Ifes.

Segundo a gerente, para o primeiro semestre deste ano, a UFJF enviará oito alunos e receberá 20, sendo que a maioria dos que virão é da região Nordeste do país. A expectativa é que esse número aumente no segundo semestre. “Os maiores atrativos da UFJF são a ótima estrutura, o ensino e a pesquisa. Além disso, Juiz de Fora se localiza perto de um grande centro.”
Não há número limite de vagas.

Para se inscrever, o estudante deve se dirigir à Prograd, no prédio da Reitoria, no Campus da UFJF, das 8h às 12h e das 13h às 16h. São necessários os seguintes documentos: formulário de inscrição no Convênio de Mobilidade Acadêmica (disponível na página da Prograd), carta de apresentação da instituição de origem, histórico escolar, ementa das disciplinas cursadas, e xerox do documento de identidade e do CPF. Somente podem participar alunos regularmente matriculados em cursos de graduação das Ifes brasileiras, que tenham concluído todas as disciplinas do primeiro e segundo semestre letivo e possuam, no máximo, uma reprovação por período letivo.

O aluno também precisa verificar as seguintes exigências: solicitar programas e ementas oficiais das disciplinas que pretende cursar para análise e posterior concessão de equivalência, além de pedir envio de carta de apresentação à instituição receptora e solicitar, à instituição receptora, comunicação formal à instituição remetente de sua aceitação com os respectivos comprovantes de matrícula. E, principalmente, verificar se a instituição receptora possui vagas e se há possibilidade de matrícula nas disciplinas pretendidas. Para consultar as instituições participantes do programa, acesse www.andifes.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=225&Itemid=93.

Experiência
Laura Giordano, graduada em Comunicação Social pela UFJF participou do programa. Em agosto de 2007, foi para a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), retornando em 2008. “Lá eu tive contato com outras linhas de pesquisa na área da Comunicação. A mobilidade permitiu que eu ampliasse minha formação. Como o curso da UFJF possui habilitação somente em Jornalismo, na UFMG, concentrei meus estudos em matérias relacionadas a Relações Públicas, área que pretendo seguir a partir de agora.”

Outras informações: (32) 2102-3977 (Coordenação de Mobilidade Acadêmica)

www.ufjf.br/prograd/coordenacoes/coordenacao-de-graduacao-cgrad/mobilidade-academica

Compartilhar