Mudança dos royalties deixa quase mil docentes da Uerj sem salário

Mudança dos royalties deixa quase mil docentes da Uerj sem salário

Pagamento não saiu dia 10, como de costume, mas é prometido para quarta. Associação descarta greve, apesar de decisão ter prejudicado 4 mil pessoas.

Praticamente mil professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), entre docentes visitantes e substitutos, não receberam seus salários, por conta da decisão do governo do estado de bloquear os empenhos à universidade depois que o Congresso derrubou o veto da presidente Dilma Rousseff sobre a distribuição dos royalties do petróleo. A informação, confirmada nesta segunda (11) pela Associação de Docentes da Uerj (Asduerj), é desmentida pela secretaria de Fazenda, que nega o bloqueio de recursos. Em nota, a Fazenda informou que “todas as despesas classificadas como pessoal pela Uerj foram integralmente pagas na semana passada”.

A informação vai de encontro ao cálculo da Associação de Docentes da Uerj (Asduerj). Segundo o órgão, apenas professores concursados receberam em dia e a decisão teria afetado praticamente 4 mil pessoas, entre professores, alunos e técnicos administrativos.

Em nota, no sábado (8), a UERJ confirmou o corte dos pagamentos. “Desde 7 de março o sistema financeiro do estado do Rio de Janeiro está bloqueado por determinação do governador Sérgio Cabral. Os empenhos estão bloqueados. Como Reitor, estou agindo no sentido de minimizar danos, de modo que sejam os menores possíveis para a comunidade universitária”, escreveu o reitor Ricardo Vieiralves.

Segundo a secretaria de Fazenda os pagamentos que ainda não cairam serão feitos até quarta-feira (13) e não estão atrasados, embora professores e alunos afirmem que o depósito costuma ser feito até o dia 10.

Até lá, a Asduerj pretende reunir sua diretoria e discutir o problema. A uma semana do final do período, uma greve está praticamente descartada.

“Vamos pautar esse assunto numa assembléia extraordinária, mas espero que até lá a situação esteja resolvida. No momento, é difícil fazer uma paralisação”, disse Guilherme.

Alunos protestam após corte

Os alunos bolsistas da Uerj também não receberam a ajuda de custo de R$ 400, que deveria ter sido depositada na sexta-feira (8).

Na noite desta segunda-feira (11), no décimo andar da universidade, os alunos vão se reunir para protestar contra a decisão. O encontro será às 19h e, de acordo com a mobilização que está sendo feita nas redes sociais, o debate será pacífico. “Nada de baderna ou parar o trânsito”, escreveram os organizadores.

Em nota, no sábado (9), a Uerj confirmou o corte dos pagamentos. “Desde 7 de março o sistema financeiro do estado do Rio de Janeiro está bloqueado por determinação do governador Sérgio Cabral. Os empenhos estão bloqueados. Como Reitor, estou agindo no sentido de minimizar danos, de modo que sejam os menores possíveis para a comunidade universitária”, escreveu o reitor Ricardo Vieiralves.

Gabriel Barreira – G1

 

Fashion Tips For Men and Women
free games online CREATING A FIGURE ARMATURE FOR SCULPTURE

Vine Vera is luxury skincare at its fullest potential
online games in search of the latest fashion trends in denims leggings

Summary my experience to indentify fake Nike SB shoes
cheapest flights obtaining the dimensions

How Does Your Fashion Personality Fit Your Lifestyle
free online games her lifestyle and her appeal

Where to find quality v
jeux where to look for sought after the latest fashions

Dog rescue needed for terrified dog in California shelter
kleider and let it rise

Internal and external influences on consumer behaviour in Lacoste
ballkleider by Ralph Lauren Collection

What’s the best fashion investment you’ve made
cool math compared to a 17

Compartilhar