Novo reitor toma posse e aponta como superada a crise de recursos da USP

Novo reitor toma posse e aponta como superada a crise de recursos da USP

O professor Vahan Agopyan assumiu oficialmente a reitoria da USP (Universidade de São Paulo), nesta segunda-feira (29). Na cerimônia, ele deu como superada a crise de recursos da instituição, defendeu sua autonomia financeira e uma maior aproximação com a sociedade.

Agopyan deve ficar no cargo até o fim de 2021, e sucede Marco Antonio Zago, de quem foi vice-reitor nos últimos quatro anos.

Na cerimônia de posse, realizada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Agopyan exaltou as realizações de Zago, sobretudo na administração da crise financeira que atinge a universidade. Na campanha ao cargo, Agopyan e o novo vice-reitor, Antonio Carlos Hernandes, já haviam ressaltado que sem as ações de austeridade promovidas por Zago a USP corria o risco de perder a autonomia financeira.

“Esse é um modelo de sucesso, e mesmo quando ocorre um descontrole como aconteceu na USP recentemente, a autonomia permitiu sua superação, sem maiores traumas, em um prazo relativamente curto”, disse Agopyan em seu discurso.

O orçamento da USP, de cerca de R$ 5 bilhões anuais, é oriundo de uma parcela fixa de 5% do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) a cada ano. Unesp e Unicamp também gozam desse dispositivo, com percentuais menores.

Fonte: Folha de São Paulo

Compartilhar