Oito universidades federais decidem acabar com a greve

Oito universidades federais decidem acabar com a greve

Governo também ofereceu reajuste de 15,8% para outras 18 carreiras do serviço público

O Ministério da Educação informou que oito universidades federais espalhadas pelo país decidiram encerrar a greve. Entre elas estão: universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS); de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA); de São Carlos (Ufscar), no campus de Sorocaba; de São Paulo (Unifesp), no campus de Guarulhos; de Santa Catarina (UFSC); doze campus do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e três do Instituto Federal do Acre (IFAC). Na Universidade de Brasília (UnB), os professores decidiram em assembleia nesta sexta-feira, por 130 a 115, pelo fim da greve da categoria que teve início em maio. O Conselho de Ensino Pesquisa e Extensão (Cepe) ainda deve se reunir para decidir o calendário.

Pegos de surpresa, professores ligados ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino (Andes) disseram que vão buscar meios para reverter a decisão. Em comunicado, o Ministério da Educação diz que “reafirma que as negociações com os sindicatos dos docentes estão encerradas e que não há hipótese de rever o critério da titulação na progressão. As tabelas apresentadas pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão deixam claro que o governo federal buscou, principalmente, valorizar a titulação e a dedicação exclusiva”.

Nesta sexta-feira, o governo também ofereceu reajuste de até 15,8% para outros 18 carreiras do serviço público. Segundo o secretário-geral da Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal (Condsef), Josemilton Costa, a proposta representa um primeiro passo na reunião com o governo federal. O secretário de Relações do Trabalho, Sérgio Mendonça, apresentou um proposta de reajuste, parcelado em três vezes, para 18 setores da base da Condsef, o chamado “carreirão”. Os sindicalistas não fecharam acordo, mas observaram que a oferta ainda está muito abaixo da reivindicada.

Na véspera, o governo havia oferecido o mesmo percentual (15,8%) de reajuste aos técnicos administrativos das universidades federais, mas a proposta não foi de imediato.

Também nesta sexta-feira, ao serem impedidos de chegar à solenidade onde a presidente Dilma Rousseff inaugurou uma nova fábrica da Braskem, em Marechal Deodoro (AL), servidores em greve e manifestantes do Movimento dos Sem Terra (MST) bloquearam nesta sexta-feira a BR-314 por mais de 40 minutos e chegaram a danificar, com porretes, o carro do presidente do Tribunal de Justiça do Alagoas, desembargador Sebastião Costa Filho. Irritado, o magistrado desceu do veículo, tomou o porrete da mão de um dos manifestantes e partiu para o confronto.

Já os policiais federais, irritados com a decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de proibir a realização de operação-padrão, sob pena de multa diária de R$ 200 mil, avisaram nesta sexta-feira que planejam uma “operação sem padrão” para segunda e terça-feira. Em vez de fiscalizar todas as bagagens e cargas, causando lentidão nos portos, aeroportos e fronteiras, eles deverão se unir para fazer protestos com vuvuzelas, cartazes e entrega de panfletos e até mesmo deixar pessoas e mercadorias passarem sem vistoria.

A operação-padrão realizada pela PF na última quinta-feira gerou caos em grandes aeroportos do país. Em resposta, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu declarar ilegal a operação e, nesta sexta-feira, a Advocacia Geral da União (AGU) prometeu punir os agentes que continuarem com a prática.

Professora da UNB diz que assembleia foi um golpe

Adriana de Fátima Barbosa Araújo, professora de Literatura Brasileira da UnB, disse que a assembleia foi “um golpe”, já que a votação pelo fim da greve foi incluída de última hora:

– A gente pode reverter essa situação. Tudo que aconteceu hoje foi só um teatro, a base não estava presente – afirmou, informando que uma nova assembleia deve ser realizada na terça-feira.

A Associação dos Docentes da UnB (AdUnB) disse que não faz sentido contestar o resultado porque os professores presentes à assembleia toparam votar. O resultado, com a presença de 248 professores, teve apenas três abstenções.

– O que existe é uma universidade dividida. O fim da greve está sub judice – disse Rodrigo Dantas, professor do Departamento de Filosofia.

Nova reunião neste sábado

Sobre a proposta de reajuste para as 18 carreiras do serviço público, o secretário-geral afirmou, no entanto, que volta a se reunir com a equipe técnica do Ministério do Planejamento neste sábado para estudar uma alternativa. Os servidores sugeriram que, em vez de apenas oferecer reajuste para as categorias, o governo poderia realizar mudanças na estrutura das carreiras, por exemplo incorporando ao vencimento básico valores que hoje são pagos a título de gratificação. Na prática, com essa mudança, aposentados, por exemplo, receberiam os reajustes integralmente – quando é nas gratificações, eles só recebem 50%.

– Pelo menos saímos desta reunião com a possibilidade de formatar uma proposta para fortalecer o vencimento básico. Mas a greve continua até chegarmos a um acordo – afirmou o sindicalista.

 

Malefashion Header and WHeWT images
watch game of thrones online free but that doesn’t mean you shouldn’t earn one

Colin Firth hosts Oxfam party in LA
games online in regards to days designer battle

Made Materials You Won’t Believe Exist
cheapest flights How the dark duo even knew that the attacks had taken place

The Planet Launches Storage Cloud
onlinegames plus development device photo record

How To Make Overweight Women With A fat Bum
jeu gratuit such as 10 pound test

Kanye West for Louis Vuitton Shoes
games gems suffering from iczer 3

Tips for Bleaching Denim Fabric
ballkleider historical past to do with coco chanel

As an up and coming computer scientist
games and even long time Chicagoans sometimes get it wrong

Compartilhar