Papel das fundações de apoio na pesquisa e ciência é tema de debate

Papel das fundações de apoio na pesquisa e ciência é tema de debate

Maceió irá receber, a partir desta quarta-feira (29), representantes de mais de 90 fundações que apoiam 150 instituições de pesquisa em todo o país. O encontro nacional está sendo organizado pela Fundação Universitária de Desenvolvimento de Extensão e Pesquisa (Fundepes) em parceria com o Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies).

As atividades irão reunir reitores, cientistas, empresários, gestores de projetos, órgãos de controle, além de parlamentares para debater políticas de transferência, cortes de verbas, entre outros interesses da comunidade de ciência e inovação do país.

Durante os três dias do encontro nacional, as fundações de apoio, instituídas para agilizar a gestão de projetos de ensino, pesquisa e extensão, irão discutir mecanismos e metodologias para a redução da burocracia, além de analisar o atual cenário do país, que registra inclusive a evasão de cientistas.

Mesmo gerindo volume de recursos da ordem de R$ 5 bilhões distribuídos em 20 mil projetos, envolvendo 60 mil pessoas, entre bolsistas e trabalhadores celetistas, as fundações foram brutalmente afetadas com as medidas anunciadas pelo governo federal.

A inclusão da ciência, tecnologia e inovação na Emenda Constitucional nº 95 (EC 95), conhecida como PEC do Teto, que congela as despesas públicas por um período de 20 anos, além da Lei Orçamentária Anual de 2017, que cortou em 44% o orçamento do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), podem provocar efeitos irreversíveis no campo da ciência e inovação, com a interrupção de projetos de pesquisa e evasão de cientistas do país.

Todos estes temas serão debatidos no encontro deste ano, que tem como tema central Fundação de Apoio: Avaliação e perspectivas. Uma jornada em prol da pesquisa e inovação. O encontro reunirá, além dos representantes das fundações afiliadas, o presidente da Andifes, do Conif, órgãos de controle e fiscalização como AGU CGU, TCU, integrantes do Congresso Nacional, entre outros.

Fonte: Cada Minuto – Por Assessoria

 

Compartilhar