Pesquisador da UFMG lança livro sobre movimentos de favelas de Belo Horizonte

Pesquisador da UFMG lança livro sobre movimentos de favelas de Belo Horizonte

O pesquisador Samuel Oliveira, mestre em história pela UFMG, lança amanhã, 6 de novembro, na livraria Status (rua Pernambuco, 1150, Belo Horizonte), às 15 horas, o livro O movimento de favelas de Belo Horizonte (1959-1964). A obra é uma versão modificada de sua dissertação de mestrado, que resgata a história da Federação dos Trabalhadores Favelados de Belo Horizonte.

Segundo o professor Rodrigo Pato, do Departamento de História da Fafich, que foi orientador de Samuel durante o mestrado, o livro representa contribuição fundamental para compreensão da história social e política de Minas Gerais e do Brasil, em texto que oferece, simultaneamente, argumentos consistentes e leitura agradável.

“O movimento dos favelados foi capítulo significativo das lutas sociais da década de 1960, parte do processo de politização que empolgou numerosos setores da sociedade brasileira no mesmo período, movidos pelo sonho de realizar reformas para minorar as mazelas sociais do país”, analisa Pato em texto na orelha da publicação.

O docente destaca ainda que, como outros movimentos sociais semelhantes, as associações e a Federação dos Favelados cresceram e aumentaram sua influência nos primeiros anos da década, mas tiveram esperanças e utopias destruídas pelo golpe de 1964.

Compartilhar