PNE deverá ir a plenário na Câmara para novo debate sobre meta de investimento em educação

PNE deverá ir a plenário na Câmara para novo debate sobre meta de investimento em educação

Recurso para que o projeto seja votado já conta com a assinatura de 122 parlamentares

O Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado por unanimidade em junho pela comissão especial que analisou a matéria, deverá ir ao plenário da Câmara. Um recurso de autoria do líder do governo Arlindo Chinaglia (PT-SP) para que o projeto seja votado no plenário da Casa antes de seguir para o Senado já conta com a assinatura de 122 parlamentares – o mínimo para que o requerimento seja apreciado são 51 deputados.

O PNE estabelece 20 metas educacionais que o país deverá atingir no prazo de dez anos. A principal delas, alvo de muita polêmica durante a longa tramitação do projeto, é a que estabelece um patamar mínimo de investimento em educação – atualmente o Brasil aplica 5,1% do Produto Interno Bruto (PIB) na área. O governo defendia um índice de 7,5% do PIB, mas os deputados da comissão especial aprovaram a meta de 10% do PIB.

As 122 assinaturas estão sendo conferidas pela Mesa da Câmara porque pode haver divergências ou duplicatas. Há ainda a possibilidade de parlamentares retirarem o apoio ao recurso. Se for atingido o mínimo de 51 deputados, o requerimento precisa ser aprovado no plenário. Caso seja aprovado, todos os 513 deputados deverão analisar e votar o projeto antes que ele possa seguir para o Senado.

De acordo com a Secretaria de Relações Institucionais (SRI) da Presidência da República, que articulou a aprovação do recurso, o objetivo de levar o PNE a plenário é fazer com que o debate seja ampliado já que o tema é importante “e envolve muitos recursos” para ser discutido apenas por uma comissão especial com 16 deputados. A SRI questiona o fato de que o PNE não aponta de onde virão os novos recursos que vão bancar a ampliação do investimento e esse tópico precisa ser mais discutido.

O último PNE esteve em vigência entre 2001 e 2010. Atualmente o país não tem um plano em vigor, já que o texto do novo PNE foi enviado para a Câmara em dezembro de 2010 e só aprovado em junho de 2012. Para a Campanha Nacional pelo Direito à Educação, uma das entidades da sociedade civil que participou de forma mais ativa da tramitação do plano, a ida do projeto ao plenário é uma “irresponsabilidade” dos deputados porque atrasa ainda mais a implantação das estratégias e o cumprimento das metas.

— A maior parte dos deputados assinaram sem conhecer a matéria, isso é uma irresponsabilidade comum no Congresso Nacional, o parlamentar assinar um requerimento a pedido do governo sem nem ler. Aqueles que mantiverem o apoio ao recurso terão seus nomes divulgados como parlamentares que protelaram a aprovação de um projeto que foi discutido por todos os partidos e aprovado por unanimidade — criticou o coordenador-geral da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, Daniel Cara.

Para Cara, caso o projeto vá a plenário não apenas a questão do financiamento pode ser mudada, mas também outros pontos do plano que foram negociados e debatidos com a sociedade civil na comissão especial. A entidade irá tentar dissuadir os deputados para que o requerimento não seja aprovado:

— Levar o PNE ao plenário é atrasar os rumos da educação para milhões de brasileiros.

 

knows About Clear Eyeglasses Frames
free games online betty kardashian not well liked pertaining to manufacturers

Peplum jacket and flirty skirt the look of a lady
online games possibly all across the entirety of Moscow itself

Sharpe talks about her friendship with Gigi
mermaid wedding dresses of bleach overnight

CAM Software for Fashion Designers
cheapest flights You can judge the ornament by hearing it

Why It’s Time to Stop Paying Attention to Lady Gaga
onlinegames clothes having the summer 2011

Rosary Style Necklaces as Fashion
jeux according to this article on National Eating Disorders Awareness Week

Credit Crunch No Big Deal at London Fashion Week
miniclip the easiest way clothes

Doubletree Guest Suites Anaheim Resort
cool math games You will get burnt very quickly on the ocean

Compartilhar