Presidente da Andifes abre a Reunião Anual das Editoras universitárias

Presidente da Andifes abre a Reunião Anual das Editoras universitárias

O presidente da Andifes e reitor da Universidade Federal de Goiás, Edward Madureira Brasil, fez a abertura do Encontro Anual das Editoras Universitárias (Abeu), nesta terça-feira, 24 de maio, no Hotel Ponta Verde. Ele abordou o tema “A contribuição das Editoras Universitárias para a difusão do conhecimento” para uma platéia formada por diretores de editoras universitárias, pró- reitores de universidades e professores.

A reitora Ana Dayse Dorea presidiu a mesa de abertura composta também pela diretora da Edufal, Sheila Maluf; pela presidente da Abeu, Flávia Garcia Rosa, pelo reitor da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), Jairo Campos, pelo secretário Estadual de Ciência e Tecnologia,Eduardo Setton e pelo sub-secretário Estadual de Cultura,Álvaro Otacílio.

A reitora Ana Dayse destacou em sua fala o importante papel das editoras como meio de “escancarar” a produção acadêmica. “Este ano investimos ainda mais em nossa editora para comemorar os 50 anos da Ufal”, disse ela. O presidente da Andifes apresentou o quadro atual das editoras universitárias destacando o papel de “difusoras do conhecimento”.”Elas traduzem o conhecimento produzido pela universidade pois o livro promove  a transformação,emancipação,desenvolvimento e autonomia”, disse o reitor da UFG.

O evento acontece até a sexta-feira, 27 de maio, no Hotel Ponta Verde, na XXIV edição da Reunião Anual da Associação Brasileira de Editoras Universitárias (Abeu), em comemoração aos 50 anos da Ufal. Editores e outros profissionais discutem “os novos horizontes e desafios no campo editorial”, por meio de palestras e temas variados, como “Classificação de livros na Capes” e “O direito autoral na era digital: a reprodução não autorizada de obras intelectuais na internet”.

Os participantes também podem participar das oficinas “Projeto gráfico do livro universitário: do design à gráfica” e “Tratamento de texto e normalização do livro universitário”, com os valores de R$ 50, R$ 100 ou R$ 125. Além das editoras, irão participar instituições como a Associação Brasileira dos Editores Científicos (Abec), o Fórum de Pró-Reitores de Pós-graduação e Pesquisa (Foprop) e o Colégio de Pró-reitores de Pesquisa (Copropi), que irão debater critérios de avaliação adotados pela Capes e a importância da Abeu nesse processo.  Da Ufal, participam Josealdo Tonholo, pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação, e Silvia Uchôa, coordenadora do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT).

Compartilhar