Projeto da UFSM começa a entregar respiradores recuperados para tratar COVID-19

Projeto da UFSM começa a entregar respiradores recuperados para tratar COVID-19

Desde o início da pandemia de coronavírus, uma das grandes preocupações ao redor do mundo é sobre a disponibilidade de respiradores para tratar o doença. Na UFSM, um grupo de pesquisadores está atuando para recuperar aparelhos que estavam estragados e em desuso. Ao todo, até agora, 10 respiradores já foram recuperados.

A equipe responsável pelo projeto recebeu, até o momento, 28 respiradores. Destes, 3 foram entregues para a Associação Cultural Recreativa e Beneficente São Marcos, de Sobradinho, outros 5 serão enviados para São Gabriel, outro, disponibilizado para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Seberi, dois ficam em Santa Maria, no Hospital da Brigada e SAMU. Os demais equipamentos estão no laboratório aguardando peças dos fornecedores.

Segundo José Abilio Lima de Freitas, professor do Colégio Técnico Industrial (CTISM) da UFSM e integrante do projeto, a aquisição de peças para a manutenção dos ventiladores pulmonares é realizada através de doações. No entanto, o grande problema no momento, que acarreta uma pequena demora na entrega dos aparelhos, se dá dá por conta da falta de peças de reposição no mercado. “Nós iniciamos do zero, não tínhamos peça de reposição, por exemplo, os que vieram da região de Frederico Westphalen, ainda estamos aguardando as peças. E também temos a questão do aprendizado para mexer nesse tipo de equipamento, nosso pessoal já tem boa prática da eletrônica e agora está recebendo orientação e treinamento para tratar dos respiradores.” comenta José.

Hoje, o projeto conta com 30 voluntários envolvidos, alocados em três frentes de trabalho: Logística, Compras e Técnica, sendo esta última, presencialmente no laboratório do LAMI/CTISM, divididos em dois turnos de trabalho. Os voluntários são docentes, técnicos administrativos e alunos, todos do Centro de Tecnologia, Colégio Técnico Industrial de Santa Maria, Hospital Universitário de Santa Maria e Reitoria.

Compartilhar