Prorrogado prazo para artigos no I Seminário de Avaliação de Políticas de CT&I

Prorrogado prazo para artigos no I Seminário de Avaliação de Políticas de CT&I

Evento, organizado pelo CNPq e CGEE, reunirá pesquisadores e especialistas para dois dias de apresentações e debates.

O prazo de submissão de artigos para o I Seminário de Avaliação de Políticas de CT&I foi prorrogado. Os interessados em apresentar trabalhos no encontro têm até o dia 17 de junho para submeter as suas propostas. O EXPOLattes, evento que faz parte da programação, também teve suas inscrições estendidas para a mesma data.

O seminário, que será realizado nos dias 12 e 13 de setembro, em Brasília (DF), é organizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e pelo Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE). As submissões de propostas deverão ser feitas pelo site avaliacaocti.cgee.org.br.

O evento busca debater pesquisas e metodologias no tema, reunindo pesquisadores, profissionais e gestores que estudam ou atuam com avaliação de políticas públicas de ciência, tecnologia e inovação. Além disso, o seminário visa ampliar a discussão sobre a estratégia de fomento e promover o intercâmbio entre os interessados no tema.

A lista de trabalhos selecionados será divulgada no dia 6 de agosto. Além de serem expostas na ocasião, as propostas escolhidas serão incluídas nos anais do evento e os melhores artigos serão, também, publicados na 47ª edição da Revista Parcerias Estratégicas.

Expolattes

O uso de soluções tecnológicas que consomem grandes bases de dados tem se tornado fator de destaque no auxílio à avaliação de políticas públicas. Pensando em dar visibilidade a essas iniciativas, o CNPq e o CGEE lançam o evento EXPOLattes, que ocorrerá nos dias 12 e 13 de setembro, como parte da programação do I Seminário de Avaliação de Políticas de CT&I, organizado pelas duas instituições.

Na ocasião, será possível conhecer as propostas desenvolvidas ou resultantes do acesso a informações disponibilizadas pelo CNPq. As soluções inscritas devem prever a possibilidade de aplicação na resolução de problemas e construção de análises relacionadas ao cotidiano das mais variadas áreas, de forma a contribuir para que as iniciativas nacionais sejam mais competitivas e, do mesmo modo, o funcionamento dos órgãos e programas governamentais brasileiros tenha eficiência e eficácia.

O I Seminário de Avaliação de Políticas de CT&I tem como parceiros institucionais o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Conta, ainda, com a parceria científica da Associação Brasileira de Estudos Regionais Urbanos (Aber), Associação Brasileira de Economia industrial e Inovação (Abein), Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Ciência da Informação (Ancib) e Rede Nacional de Ciência para a Educação (CpE).

Compartilhar