Rebecca Garcia defende que o Brasil concentre investimentos no nível básico de ensino

Rebecca Garcia defende que o Brasil concentre investimentos no nível básico de ensino

No momento em que a Câmara discute o Plano Nacional de Educação para os próximos dez anos, a deputada Rebecca Garcia (PP-AM) defendeu que o Brasil deve investir mais no ensino básico. Na proposta enviada ao Congresso, destacou, o ministro da Educação, Fernando Haddad, pede o aumento do investimento público em educação de 5% para 7% do Produto Interno Bruto (PIB).

A deputada citou o exemplo da Coreia do Sul, onde a “virada” rumo ao desenvolvimento ocorreu com a concentração dos investimentos nos primeiros oito anos de estudos. De acordo com ela, em 1950 aquele país estava destruído pela guerra e um em cada três coreanos era analfabeto. “Hoje, oito em cada dez chegam à universidade”, comparou.

Para Rebecca Garcia, os alunos da Coreia do Sul encontram-se entre os melhores avaliados do mundo “não porque sejam superdotados, mas porque ficam oito horas por dia na escola”.

Ainda segundo a parlamentar, o Brasil precisa valorizar o professor. Somente desta forma, disse, a profissão será competitiva e atrairá “as melhores mentes”. Rebecca Garcia ressaltou, contudo, que nos últimos dez anos a educação brasileira registrou avanços. Como exemplo, ela citou o aumento em 493% da inclusão de crianças com deficiência no sistema de ensino. A deputada reconheceu, no entanto, que o País ainda tem 3,7 milhões de crianças e jovens de 4 a 17 anos fora da escola.

Compartilhar