Reitor da UFPel será empossado nesta segunda-feira (5) em Brasília

Reitor da UFPel será empossado nesta segunda-feira (5) em Brasília

Em cerimônia a ser presidida pelo ministro da Educação, Fernando Haddad, nesta segunda-feira (5), às 15h30min, na Sala de Atos do MEC, em Brasília, o reitor Antonio Cesar Gonçalves Borges será empossado como reitor da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) para um novo mandato de quatro anos, a ser cumprido de 2009 a 2013. No mesmo ato, também toma posse o reitor reeleito da Fundação Universidade Federal de Rio Grande (Furg), João Carlos Cousin.

Cesar Borges, que é o primeiro na história da UFPel a ocupar a Reitoria em três períodos, será reconduzido à sua terceira gestão em meio a um conjunto de iniciativas que projetam dobrar o número de cursos e triplicar o número de estudantes da instituição até 2012, crescimento que já começou a ser viabilizado graças à adesão ao Reuni (Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais) e que promete liberar à Universidade nesse período recursos superiores a R$ 100 milhões, para investimentos em infra-estrutura física, equipamentos e recursos humanos.

Já em sua primeira gestão, no período 1993/1997, Cesar Borges obteve conquistas importantes como a urbanização do campus Capão do Leão e a aquisição de imóveis que permitiram a criação do campus das Ciências Sociais, na região do Porto, que hoje sedia unidades como o Instituto de Ciências Humanas (ICH), o Instituto de Sociologia e Política (ISP), a Faculdade de Educação (FaE), a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAUrb) e o Instituto de Artes e Design (IAD).

O reitor também conseguiu, à época, a incorporação de todo o patrimônio da antiga Sudesul, tendo gestionado junto ao presidente Itamar Franco a transferência para a UFPel da Agência da Lagoa Mirim, da Barragem Eclusa do São Gonçalo e da Barragem do Chasqueiro.

A gestão 2005/2009 se encerra com realizações igualmente relevantes como a aquisição da área pertencente ao antigo frigorífico Anglo, que já sedia a nova Reitoria e se prepara para receber, já em 2009, as primeiras unidades acadêmicas, consolidando o chamado campus Porto. Nesse período, a UFPel, coordenou, através do reitor César Borges, a implantação da Universidade Federal do Pampa (Unipampa).

Nunca, em sua história recente, a UFPel experimentou um crescimento tão acelerado, sustentado por arrojados projetos de reestruturação física e aquisição de equipamentos, com a conseqüente melhoria das condições de ensino, criação de cursos em áreas que revelam novas potencialidades, e o tão almejado aumento do número de vagas.

Também são destaques a aquisição, em parceria com o Banco Santander, do Casarão do Turismo, na esquina da rua Félix da Cunha com a praça Coronel Pedro Osório antiga residência da família Assumpção; a restauração do Lyceu Rio-Grandense, na praça Sete de Julho em frente ao Mercado Público, que sedia os Conselhos Superiores da UFPel; a inauguração do Centro de Pesquisas em Saúde Professor Amílcar Gigante, no antigo Hospital Santa Teresa; a reforma e ampliação do Restaurante-Escola, no campus Capão do Leão; a instalação de Laboratórios de Informática nas unidades acadêmicas para acesso aos estudantes; a aquisição de veículos; a criação de pólos de Educação a Distância em diversos municípios da região Sul; a inauguração do novo Ambulatório da Faculdade de Medicina (o popular Paliteiro), junto ao terminal rodoviário de Pelotas; a aquisição do Casarão 8 um dos mais tradicionais prédios de Pelotas, no entorno da praça Coronel Pedro Osório , que será restaurado; e a compra de imóvel localizado no quarteirão entre as ruas Almirante Tamandaré e Benjamin Constant, com frente para a rua Almirante Barroso e fundos para a rua Alberto Rosa, defronte ao prédio do ICH, onde deverão ser instalados os cursos na área das Engenharias.

Compartilhar