Reitor da UFV coordenará projeto de criação do consórcio das Universidades do Sul/Sudeste de Minas

Reitor da UFV coordenará projeto de criação do consórcio das Universidades do Sul/Sudeste de Minas

O reitor da Universidade Federal de Viçosa, Luiz Cláudio Costa, irá coordenar o projeto que cria o Consórcio das Universidades situadas nas regiões sul/sudeste de Minas Gerais. Em reunião realizada nesta quarta-feira, dia 18, na Universidade Federal de Lavras, os reitores definiram que cada uma das sete universidades que compõe o consórcio se responsabilizará por um grande tema.

Segundo o reitor da UFV, a partir destas definições é preciso debater com a comunidade universitária a proposta do consórcio. Na semana que vem, dia 24, os pró-reitores e assessores técnicos de cada área se reunirão em São João Del Rey para participarem de seminários temáticos onde poderão sugerir e debater os pontos que serão compartilhados para que o Consórcio possa, de fato, existir.

As contribuições para cada tema formarão a base do documento que será encaminhado até o dia 15 de outubro para analise dos Conselhos Superiores de cada instituição e do MEC.

O consórcio foi proposto pelos reitores das Universidades do Sul e Sudeste de Minas e tem o aval do Ministro da Educação, Fernando Haddad e do Presidente Lula. Ele deverá reunir as universidades federais de Viçosa, Alfenas, Itajubá, Juiz de Fora, Lavras, São João Del Rei e Ouro Preto. No conjunto, essas instituições têm campi em 17 municípios do sudeste de Minas Gerais e atendem polos de educação a distância em 55 cidades. Elas reúnem 3,5 mil professores, quatro mil técnicos administrativos, 41 mil alunos de graduação e 5,3 mil de pós-graduação. “As instituições são complementares e este projeto respeita as características e autonomia de cada uma das universidades, mas juntas somos mais fortes para dar respostas à sociedade em ações de ensino, pesquisa, extensão e inclusão social, disse Luiz Claudio Costa. Ele afirma ainda que o consórcio irá permitir ações estratégicas das universidades para o estado e o país, além de possibilitar uma forte visibilidade e inserção internacional.

Confira os coordenadores temáticos do consórcio no quadro abaixo.

Compartilhar