Reitora da Unirio assume Inep e defende Enem

Reitora da Unirio assume Inep e defende Enem

O Ministério da Educação anunciou ontem oficialmente que a reitora da Unirio (Universidade Federal do Estado do Rio), Malvina Tania Tuttman, é a nova presidente do Inep -instituto responsável por avaliações educacionais federais. Ela afirmou ser uma defensora do Enem.
Em entrevista à Folha, a pedagoga disse que o ministro Fernando Haddad (Educação) lhe disse que era hora de “uma educadora” no posto. Os titulares anteriores eram docentes de economia e física, respectivamente.

Malvina elogiou o Enem, que passa por crises desde que passou a selecionar calouros para universidades públicas. Dois presidentes do órgão deixaram o posto em pouco mais de um ano.
Sua posição ficou explícita no final de 2009, dois meses após o vazamento da prova, quando escreveu artigo na Folha. “O Enem -priorizando o raciocínio a partir de competências- traz maior possibilidade de acesso democrático [às universidades]”, disse à época. Abaixo, entrevista com Malvina, feita ontem, por telefone. Ela substitui Joaquim Soares Neto, exonerado ontem a pedido.

Folha – O que o ministro pediu à senhora? Malvina Tania Tuttman – Ao fazer o convite, ele disse que o professor Reynaldo e o professor Neto [antecessores] tinham feito gestões importantes, mas era hora de colocar à frente do Inep uma educadora.

Por quê?
Não sei, não vi nenhuma conotação além da frase dita pelo ministro.

A senhora é uma defensora do Enem, certo?
Exatamente. Minha universidade já o utilizava antes mesmo da criação do sistema que dá acesso a vagas [Sisu]. É um sistema importante de democratização do ensino.

O que deve ser melhorado?
Fui nomeada hoje [ontem]. Preciso ainda conversar com calma com o ministro para traçarmos metas.

Compartilhar