Restaurante Universitário da UFSJ atenderá a 2,5 mil usuários por dia

Restaurante Universitário da UFSJ atenderá a 2,5 mil usuários por dia

As obras do Restaurante Universitário (RU), no Campus Tancredo Neves (CTan), já estão em andamento. O projeto, orçado em R$ 970 mil em sua primeira etapa de construção, representa um grande anseio da comunidade universitária, sobretudo dos estudantes, que poderão usufruir de uma alimentação adequada para o desempenho de suas atividades.

A primeira fase da construção do prédio, localizado em terreno de 1417m² atrás da academia do curso de Educação Física, inclui obras de terraplanagem e infraestrutura, como trabalhos na base térrea do pavimento, e de superestrutura, como a formação de colunas e laje, além da instalação do Sistema de Proteção de Descargas Atmosféricas (SPDA) – o popular para-raios. De acordo com o chefe do Setor de Obras da Universidade, Marco Túlio Ferreira da Silva, a empresa contratada para a etapa inicial, Visual Artefatos e Alumínio Limitada, tem até o início de agosto como prazo de conclusão. A fiscalização do andamento da obra cabe a uma equipe da própria UFSJ.

Habilitado para atender a demanda de alunos, professores e técnicos da UFSJ, o restaurante terá estrutura adequada para trazer conforto e comodidade aos seus usuários, através de um atendimento eficiente e de qualidade.

 

Visita técnica

O engenheiro elétrico Celso Arcanjo Silva e o engenheiro civil Sérgio Meloni, ambos do Setor de Obras da UFSJ, realizarão, neste mês de maio, visita técnica ao Restaurante Universitário da UFMG. O objetivo é buscar informações que contribuam para a segunda parte do projeto do RU no CTan, como o modelo de repartições, os equipamentos e o funcionamento técnico-humano adotados pela administração desse espaço.

A segunda fase da construção terá início em agosto deste ano. O prefeito de campus Fábio Chaves adiantou que o novo RU, provavelmente terceirizado, terá capacidade inicial de 2,5 mil refeições/dia. Antes disso, a partir de junho, os alunos do CTan já poderão fazer suas refeições na nova cantina, com capacidade de atender a 200 usuários por meio de refeições ao custo R$ 3,50 o prato.

A estudante do 3º período de Jornalismo, Ingrid Andrade, natural de Ipatinga, acredita que o funcionamento do Restaurante Universitário resolverá uma grande dificuldade: a boa alimentação durante o período do curso. A futura jornalista apontou a proximidade, a qualidade das refeições e o preço baixo como grandes vantagens de um RU no campus. “Para os estudantes que vêm de outras cidades, a construção do restaurante é fundamental, já que estes não contam com a boa alimentação preparada por seus familiares”, concluiu a estudante, que se diz ansiosa com a inauguração desse espaço de convivência dos alunos.

A previsão é que o Restaurante Universitário comece a atender à comunidade acadêmica já no primeiro semestre de 2011. A conclusão da obra depende da liberação de verbas federais para nova licitação que contemplará a empresa responsável pela próxima etapa.

Compartilhar