Reuni permite a expansão da UFSC com campi em Joinville, Curitibanos e Araranguá, Júlio Szeremeta

Reuni permite a expansão da UFSC com campi em Joinville, Curitibanos e Araranguá, Júlio Szeremeta

Ancorada no Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais – REUNI/MEC e, por feliz coincidência, na véspera de comemorar seu cinqüentenário de criação, a Universidade Federal de Santa Catarina inicia efetivamente as atividades acadêmicas dos seus três primeiros campi situados nas cidades catarinenses de Araranguá, Curitibanos e Joinville.

É parte fundamental do início das atividades a abertura das inscrições ao Concurso Vestibular UFSC 2009-Suplementar, no período de 08 de maio a 08 de junho do corrente. As provas para o provimento das 480 vagas em cursos de graduação, a serem oferecidas no segundo semestre letivo deste ano naqueles campi, bem como para o provimento de mais 175 vagas discentes em cursos na sede em Florianópolis, ocorrerão em meados de julho de 2009.

Conforme missão estabelecida no seu estatuto e exercendo plenamente a sua autonomia constitucional e sua reconhecida tradição de interferir positivamente na sociedade através do ensino, da pesquisa e da extensão, a UFSC irá oferecer inicialmente cursos de graduação nas seguintes macroáreas:
– Tecnologias da Informação e Comunicação, abordando na essência a convergência digital, os negócios, a cultura e a educação digital, em Araranguá;
– Ciências Rurais, abordando a formação profissional continuada nos campos científico, tecnológico e pedagógico, em Curitibanos;
– Engenharia da Mobilidade que, de forma inédita no país, propõe-se a estudar de forma integrada um dos grandes entraves da sociedade atual, que é a mobilidade de pessoas, bens e produtos, em Joinville.

Os projetos pedagógicos dos cursos de graduação a serem ministrados nestes campi foram concebidos em um formato que não obriga o candidato ao vestibular a optar por um curso específico no momento da sua inscrição e nem no início do curso, pois os mesmos serão oferecidos em dois ciclos formativos. O primeiro ciclo, com duração prevista de dois ou três anos, compreenderá disciplinas do núcleo comum da respectiva macroárea. Findo este ciclo, o aluno que não desejar continuar seus estudos receberá o título de bacharel na área correspondente. Os alunos que desejarem continuar para cumprir o segundo ciclo de estudos terão à disposição um rol de habilitações específicas (três habilitações em Araranguá, quatro, em Curitibanos e sete, em Joinville), tendo que optar por uma delas.

Estamos convictos que, em menos de meio século, os locais onde hoje estão sendo implantados estes novos campi passem por transformações semelhantes pelas quais passou a antiga fazenda modelo Assis Brasil, situada na Trindade em Florianópolis, que se tornou a sede de uma das melhores Universidades do país.

Professor Júlio Felipe Szeremeta
Presidente da Comissão Permanente do Vestibular – Coperve/UFSC

Compartilhar