Sem permissão, ex-reitor da USP aumentou os gastos com funcionários

Sem permissão, ex-reitor da USP aumentou os gastos com funcionários

Sindicância instaurada pela USP apurou que o ex-reitor João Grandino Rodas (2010-2013) autorizou aumentos de gastos com recursos humanos sem consentimento do Conselho Universitário.

O regimento geral da instituição estabelece que cabe ao conselho “deliberar sobre a política salarial do pessoal docente e dos servidores não docentes, ouvida a Comissão de Orçamento e Patrimônio”.

A Folha teve acesso a documentos examinados pela comissão sindicante designada a apurar as causas da maior crise da USP desde 1989, quando obteve autonomia financeira. Em 2014, a fatia do orçamento comprometida com pessoal bate o índice recorde de 105,5%.

PLANO DE CARREIRO

De 2009 a 2013, os repasses do Estado para a USP cresceram 51% (de R$ 2,89 bilhões para R$ 4,36 bilhões), ao passo que as despesas com pessoal subiram 83% (de R$ 2,37 bilhões para R$ 4,35 bilhões).

Em andamento, a sindicância aponta a implantação do plano de carreira dos servidores como responsável por parcela expressiva desses gastos.

Em maio de 2011, ao aprovar a nova carreira, o Conselho Universitário estimava que o comprometimento do orçamento com pessoal passaria de 78,5% para 82,36%.

Como as diretrizes daquele ano previam que a folha comprometeria 80% do orçamento, as sobras seriam pagas pela reserva da USP.

O impacto na folha de pagamento foi de 7,2%, apontam os documentos examinados pela sindicância.

Em novembro, no entanto, foi necessária nova etapa de implantação, com impacto de 6%. No ano seguinte, foram feitas duas movimentações de carreira que geraram impactos semelhantes aos da segunda etapa.

De acordo com a sindicância, nenhuma dessas despesas adicionais foi prevista pela reitoria ou submetida ao Conselho Universitário.

PRÊMIO DE EXCELÊNCIA

No final de 2012, os gastos com pessoal representavam mais de 95% do orçamento da USP, enquanto a previsão era de 85%. Ainda assim, Rodas concedeu prêmio de excelência de R$ 6.000 aos quase 23 mil servidores e professores. Teria tomado a decisão sem aval do Conselho Universitário, segundo a sindicância.

A resolução n° 5.483, de 2008, estabelece que o prêmio só pode ser concedido se houver “disponibilidade orçamentária/financeira” de acordo com o orçamento aprovado pelo conselho.

Ainda em 2012, a concessão de vale-refeição, de 2.000 beneficiários, passou a abranger 22 mil pessoas. Além disso, o auxílio-alimentação foi reajustado.

Como resultado, entre 2009 e 2013 houve aumento de 251% nessa rubrica (R$ 242 milhões a mais), conforme aponta a sindicância.

Em 2013, o comprometimento do orçamento da USP com a folha de pagamentos chegou a 100%, a despeito da diretriz orçamentária aprovada, que previa 92,8%.

O atual reitor, Marco Antonio Zago, disse que não se manifestará até receber o relatório final da sindicância.

Apurações sobre os gastos da SP podem levar a expulsão de ex-reitor

Concluída a apuração instaurada pela USP para investigar se o ex-reitor João Grandino Rodas (2010-2013) autorizou aumentos de gastos com recursos humanos sem consentimento do Conselho Universitário, a sindicância entregará um relatório ao reitor da universidade.

De 2009 a 2013, os repasses do Estado para a USP cresceram 51% (de R$ 2,89 bilhões para R$ 4,36 bilhões), ao passo que as despesas com pessoal subiram 83% (de R$ 2,37 bilhões para R$ 4,35 bilhões).

A Folha teve acesso a documentos examinados pela comissão sindicante designada a apurar as causas da maior crise da USP desde 1989, quando obteve autonomia financeira. Em 2014, a fatia do orçamento comprometida com pessoal bate o índice recorde de 105,5%.

Se sugerir a abertura de um processo administrativo disciplinar e Marco Antonio Zago acatar a recomendação, o antecessor João Grandino Rodas, se for responsabilizado, poderá sofrer repreensão, suspensão ou exoneração.

Paralelamente, o Ministério Público poderá instaurar inquérito civil e propor ação por improbidade administrativa. Neste caso, se for considerado culpado, o réu estará sujeito a multa, demissão e perdas de diretos políticos.

Folha de S. Paulo

let’s sit inside and look at pictures instead
online games Colleges in the Fashion Industry

Kevin Carter Of Baochuan Capital On China Mobile
cheap wedding dresses the girls don seem to believe them

Fashionable PumpEase and PumpEase Petite Hands
forever 21 choices for short thicker those

Daughter Hotel Celebrates Its New Pop
onlinegames Loza came to Jam Session wearing a replica No

Top 10 Attractions of Paris
jeu gratuit You will want to find and use some pomade

Added Value or Added Price
kleider 48 and comes with a smaller lightsaber hidden inside

How to Select the Right Replica Handbag for Every Occasion
ballkleider The tailored shorts for girls look very smart

How to Make a Cotton Hoodie Last Longer
games building a brand for a material area

Compartilhar