Seminário na UFMG debate o papel da imprensa na construção da democracia

Seminário na UFMG debate o papel da imprensa na construção da democracia

A Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) promove, nesta quarta-feira, 27 de maio, às 14h, o seminário Jornalismo Independente – liberdade de imprensa, direito à informação e democracia no Brasil. O evento ocorrerá no auditório da Reitoria. Participarão do seminário o jornalista Luis Nassif, o professor de Comunicação Social da Universidade de Brasília (UnB) Venício Lima, e o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) José Paulo Sepúlveda Pertence.

Além de discutir a contribuição da imprensa para o fortalecimento da democracia no Brasil, o debate ganha ainda mais relevância com a recente revogação, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), da Lei de Imprensa, que vigorava há 42 anos. No entendimento dos ministros da Suprema Corte, a legislação continha dispositivos inconstitucionais e autoritários, típicos de um período de exceção. O problema é que ela ainda não foi substituída por outro instrumento capaz de regular a atividade da imprensa. “Há dispositivos constitucionais que instituem o direito de resposta, mas não fica claro como ele deve ser exercido. O seminário deve debater a lacuna deixada pela revogação da Lei de Imprensa”, conta João Antônio de Paula, professor da Faculdade de Ciências Econômicas (Face) e membro da comissão organizadora do seminário.

O evento é aberto a jornalistas, estudantes e professores do curso de jornalismo além de profissionais de outras áreas interessados na temática.

Serviço:
Jornalismo Independente – liberdade de imprensa, direito à informação e democracia no Brasil
Data: 27 de maio de 2009
Horário: 14 horas
Local: Auditório do Prédio da Reitoria

Conheça os participantes do seminário:
José Paulo Sepúlveda Pertence é presidente da Comissão de Ética Pública da Administração Federal e ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Graduado em Direito pela UFMG, na turma de 1960, foi procurador-geral da República durante o governo de José Sarney (1985-1989). Lecionou na Universidade de Brasília e tem diversos trabalhos jurídicos publicados, como A crise institucional brasileira (1984) e Liberdade de direito e asilo (1980).

Venício Artur de Lima é pesquisador sênior do Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política da UnB, no qual desenvolve o estudo “Democratização da comunicação no Brasil: história e participação”. Formado em Ciências Sociais pela UFMG, iniciou a carreira de professor no Departamento de Comunicação da Universidade de Brasília, que chegou a coordenar. Foi consultor da Capes, assessor de parlamentares no Congresso Nacional, vice-presidente do Centro de Estudos de Comunicação e Cultura (CEC). Tem pós-doutorados pela University of Illinois-Urbana e pela Miami University, ambas nos Estados Unidos.

Luis Nassif é jornalista especializado em economia e mantém um blog de grande visibilidade. Formado pela Universidade de São Paulo, passou pela redação da revista Veja, onde começou a escrever sobre economia, e depois pelo Jornal da Tarde e pela Folha de S. Paulo, onde foi membro do conselho editorial. Atuou como comentarista econômico da Rede Bandeirantes e da TV Cultura. Diretor-superintendente da Agência Dinheiro Vivo, Nassif é autor dos livros O menino do São Benedito e outras crônicas (2001), O jornalismo dos anos 90 (2003) e Os cabeças-de-planilha (2007).

 

 

Compartilhar