Seminário reúne pensadores internacionais na UFT

Seminário reúne pensadores internacionais na UFT

Em dois encontros por ano, realizados nos hemisférios Norte e Sul, pensadores, pesquisadores e agentes políticos de diversos continentes se reúnem para debater as transformações que vêm ocorrendo no mundo. Em junho, chega a vez do Brasil ser o centro desse debate, enquanto sede do “Seminário Internacional Crise Civilizacional: Distintos Olhares – transição de paradigma de desenvolvimento nos países do sul”, que acontece no Campus de Palmas da Universidade Federal do Tocantins (UFT), entre os dias 22 e 24.

O evento reunirá palestrantes da Europa, Estados Unidos e de países latino-americanos, com destaque para a presença de Edgar Morin (filósofo, sociólogo, antropólogo e historiador francês, considerado um dos maiores intelectuais contemporâneos) e de Michel Brunet (paleontólogo francês que encontrou o fóssil do mais antigo ancestral humano, dando novos rumos ao conhecimento sobre a evolução da espécie).

A partir do seminário, e da união de pensadores de diversas áreas do conhecimento e de diferentes países, pretende-se entender as transformações que levaram o mundo a um quadro de esgotamento físico, marcado pela degradação ambiental; e esgotamento ético, marcado pela desigualdade entre as pessoas e as nações. Entendido o problema, o objetivo é direcionar a formação de um projeto mundial de superação, que respeite o contexto de cada cultura.

Na programação do evento, destacam-se temas como desequilíbrio ambiental, sustentabilidade, aquecimento global, economia, governabilidade mundial e perspectivas para a região amazônica.

O seminário acontece no Centro Universitário Integrado de Ciência, Cultura e Arte da UFT, sob realização do Instituto Internacional de Pesquisa sobre Política Civilizacional, com sede na França; do CDS/UnB – Centro de Desenvolvimento Sustentável, da Universidade de Brasília; da UFT e da Fundação Universidade do Tocantins. São apoiadores do seminário o Governo do Tocantins e o Incra/Ministério do Desenvolvimento Agrário.

As últimas edições do seminário aconteceram no Chile e na França. O público-alvo do evento é formado por professores, pesquisadores e estudantes de pós-graduação (presencialmente) e estudantes de graduação e do nível médio (telepresencialmente). 

Destaques
Idealizador do seminário, enquanto presidente do Instituto Internacional de Pesquisa sobre Política Civilizacional, Edgar Morin nasceu na França, em 1921. É pesquisador emérito do Centro de Pesquisa Científica da França (CNRS) e considerado um dos principais pensadores sobre a complexidade, sendo doutor honoris causa por 17 universidades e autor de 60 livros.

O professor Michel Brunet é uma personalidade emblemática da paleontologia, desde que ele e sua equipe, descobriram, no Chade (continente africano), o crânio de um hominídeo batizado “Toumai” (Esperança de vida), cuja idade está avaliada em cerca de 7 milhões de anos. Trata-se do mais antigo fóssil de hominídeo já encontrado. Esta descoberta transformou a teoria da paleontologia humana e levou a rever a concepção da origem dos hominídeos.

A programação completa e outras informações sobre o Seminário podem ser conferidas no site www.distintosolhares.com.

 

 

Compartilhar