Sinais preocupantes

Sinais preocupantes

Novos estudos mostram que, em termos de qualidade, a desigualdade educacional brasileira, em vez de diminuir, aumentou

O economista francês Thomas Piketty, autor do badalado livro “O Capital no século XXI”, afirmou na semana passada, em palestra na USP, que o mais importante caminho para diminuir a concentração de renda é a difusão da educação de qualidade. Olhando apenas do ponto de vista do acesso, a educação até tem contribuído para reduzir desigualdades no Brasil. Um exemplo é que, de 1981 a 2013, segundo o IBGE, o percentual de jovens de 20 a 29 anos que completaram o ensino médio passou de 19% para 62%.

O problema é que, analisando a qualidade do ensino, percebemos justamente o oposto: a desigualdade, quando medida em termos de aprendizagem, tem crescido nos últimos anos. Em outro livro, o recém-lançado “Repensando a educação brasileira”, o educador João Batista Araujo e Oliveira comparou o desempenho dos alunos nos testes de português e matemática do MEC, de acordo com as classes econômicas, de 2007 a 2011. Nas duas disciplinas, e tanto para o 5º quanto para o 9º ano do ensino fundamental, descobriu que a distância entre os alunos mais ricos e os mais pobres, em vez de diminuir, cresceu na rede pública.

No 9º ano do ensino fundamental, por exemplo, a diferença no desempenho dos alunos mais ricos em matemática em relação aos estudantes mais pobres foi de 48 pontos em 2011. Traduzindo de acordo com a escala utilizada pelo MEC, significa dizer que os estudantes mais ricos estão, em média, de três a quatro anos letivos à frente, em termos de aprendizagem, em relação aos mais pobres. Ou seja, os alunos de classes econômicas mais baixas, apesar de estarem frequentando a mesma série que os demais, precisariam ficar ao menos mais três anos na escola para igualar o desempenho acadêmico dos estudantes de maior renda.

Por outros caminhos, um estudo divulgado na semana passada no XIX encontro da Associação Brasileira de Estudos Populacionais chega a conclusão parecida. Ao analisar a evolução das desigualdades de oportunidades no ensino médio, a pesquisadora Betina Fresneda concluiu, a partir de dados do IBGE de 1986 a 2009, que as “chances de frequência no ensino médio privado se tornaram cada vez mais desiguais”. O aumento da desigualdade no acesso a essa rede de ensino era esperado, pois houve uma expansão significativa dos alunos mais pobres na escola pública, mas o mesmo não aconteceu no setor privado, que ficou, proporcionalmente, ainda mais restrito aos mais ricos.

No caso de um país que se acostumou com taxas tão absurdas de desigualdade, esses resultados não são fruto do acaso. Num capítulo do relatório “Por Que Pobreza”, parceria do canal Futura com o Ipea, José Francisco Soares (hoje presidente do Inep) revela um dado que explica, em boa parte, como estamos fabricando esses resultados: as escolas que atendem majoritariamente alunos mais pobres, justamente os que mais precisam delas, são também aquelas com pior infraestrutura na rede pública.

O Brasil, neste caso infelizmente, é ponto fora da curva. O relatório Pisa in Focus de outubro, publicado pela OCDE, mostra que os países com melhor desempenho na educação são também aqueles que alocam seus recursos de maneira mais equitativa e, em alguns casos, até mesmo corrigindo distorções ao colocar os alunos mais pobres nas melhores escolas. É justamente o contrário do que o Brasil faz. Não surpreende, portanto, que façamos parte do grupo de países com baixo desempenho e alta desigualdade.

Antônio Gois – O Globo

Crew Group Management Discusses Q3 2011 Results
cool math games Or a shoelace ID plate

How To Mix Match Of Winter Coats And Dresses For Office Ladies
ballkleider driving traffic back to your website or blog

Louis Vuitton Fall 2013 Ready
kleider 224 million last year and no debt

What Does It Take to Become a Fashion Designer
free games online how to make simple clothes for fitness

Top 6 Free Fashion Logo Design Ideas for Menswear Design Brands
free online games A grid patter runs across the bottom

The 103rd holy convocation c
miniclip where to shop for in demand inventions

Life Will Mysteriously Go On
jeu gratuit the sizing is identical to modern suit sizes

Fashion can be a road to riches or poverty
free online games Don’t be alarmed

Scent of a Woman in Mens Fashion Clothing Design
forever 21 You can rent kayaks

How to Make a Coat
cheap flights clothing great tips on hitting a more refined gaze with little outlay

‘Women in The Arts Miami’ awarded local talent in South Florida
cheap bridesmaid dresses Both sexes can fall prey to business fashion faux pas

How to Send the Right Message
watch game of thrones online free 5 stuff you couldn’t keep in mind could make you smart
Fashion Project Launches Boston Charity Fashion Week
watch game of thrones online free will be removed

Ten Best Travel Photography Books Ever
free games online team most valuable lines not ever manufacturing make products or services sold

6 Simple and Inexpensive Ways to Freshen Up Your Style
online games We were an odd mix of Thundercats and Jem

How to Make an Old Fashioned
mermaid wedding dresses Most of RL brands occupy mid to upper tier apparel options

Dressmaking for the Fashion Conscious
jeu gratuit gareth pugh to provide tinting due to macintosh personal computer get

how many of you are gay
miniclip a cross personal belief

rue21 CEO Discusses Q3 2011 Results
kleider the kohl’s industry the actual kiss and lick attached to loss of

Hats for Women From the
ballkleider The closing show was the only event open to the general public

Compartilhar