Sisu 2011: definição apenas em outubro

Sisu 2011: definição apenas em outubro

Se, no primeiro ano de funcionamento do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), os estudantes sofreram com as regras confusas e a loteria no preenchimento das vagas, para 2011 a expectativa é de que o mecanismo seja simplificado e fortalecido. Mas a maneira como ele irá funcionar só deverá ser divulgada no mês que vem. Quem acompanha o processo acredita, contudo, que o modelo deve seguir as regras já aplicadas para o segundo semestre de 2010. No ano que vem, segundo a última parcial divulgada pelo Ministério da Educação (MEC), cerca de 70 mil vagas serão oferecidas, contra as 47.913 deste ano. O número de universidades participantes também cresceu, de 23 para 49. Entre os institutos de educação tecnológica, a participação aumentou de 26 para 39.

Quando estreou, em 29 de janeiro, o Sisu já atormentou de cara os estudantes. Como a ordem de inscrição no sistema era o último critério de desempate, houve um enorme número de acessos, e muitos não conseguiram se cadastrar. Depois de afirmar que a lentidão já era esperada, o ministério decidiu que, caso dois candidatos empatassem em todos os quesitos, ambos teriam a vaga garantida. Outro problema que tirou o sono dos vestibulandos foi o troca-troca de cursos. As notas de corte eram divulgadas diariamente. Assim, estudantes que estavam “aprovados” até o dia anterior ao fechamento acabaram ficando de fora. Além disso, muitos jovens escolhiam suas opções aleatoriamente, à procura dos cursos menos disputados, tirando a vaga de quem realmente  tinha interesse neles. Por causa dessa confusão, as universidades tiveram muitas dificuldades para preencher todas as vagas oferecidas pelo Sisu. No balanço do MEC divulgado após a quarta rodada de inscrições, sobraram 7.124 vagas, 15% do total. Para o segundo semestre, várias medidas contribuíram para melhorar o processo, entre elas a proibição da mudança de curso entre as chamadas. Cada candidato teve de escolher duas carreiras, em ordem de preferência.

Caso conseguisse uma vaga na sua primeira opção, ele saía automaticamente da disputa. Também foi criada uma lista de espera a ser utilizada pelas universidades nas reclassificações necessárias. A previsão é de que essas novas regras sejam mantidas.

Compartilhar