Tenda Triagem Covid-19 UFG vai atender crianças e adolescentes

Tenda Triagem Covid-19 UFG vai atender crianças e adolescentes

O projeto Tenda Triagem Covid-19 UFG  começou a fazer, nesta segunda-feira (6/7), o exame de crianças e adolescentes. Os agendamentos são feitos pela equipe de pesquisa que entra em contato com trabalhadores de saúde e segurança pública que testaram positivo na tenda e convivem em ambiente familiar com pessoas entre 5 e 19 anos.

A iniciativa, denominada “Tendinha” é um subprojeto complementar que realiza a triagem, coleta de amostras para diagnóstico e acompanhamento dessas crianças e adolescentes. O atendimento é realizado em um espaço destinado exclusivamente para esse público no Centro de Aulas D da Universidade Federal de Goiás (UFG), localizado no Câmpus Colemar Natal e Silva, Setor Leste Universitário. A coordenação da Tendinha está a cargo do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina (FM) e da Faculdade de Enfermagem (FEN) da Universidade Federal de Goiás (UFG).

A meta é realizar a testagem de 600 crianças e adolescentes. A coordenadora do projeto e diretora da FEN, Claci Fátima Weirich Rosso, explica que a decisão de ampliar o público-alvo se deve ao fato do elevado risco das crianças e adolescentes de contactantes positivos de adquirem a doença. Além disso, existem poucas pesquisas sobre a incidência da covid-19 em crianças e adolescentes. “Queremos colaborar na construção do conhecimento científico sobre a magnitude do novo coronavírus em crianças e adolescentes, além de proporcionar cuidado e acolhimento aos pais e familiares desse grupo, considerando que trabalhadores da saúde e segurança pública são mais suscetíveis a adquirir a doença pela atividade laboral e consequentemente os contactantes”.

Não há atendimento para atendimento de crianças e adolescentes fora deste público alvo.

Profissionais da saúde foram capacitados para atender os casos suspeitos de covid-19

Balanço

A Tenda Triagem Covid-19 UFG realizou um total de 2.066 exames para diagnosticar a covid-19, sendo 1.544 exames com a metodologia RT-PCR e outros 522 com sorologia. Os testes foram feitos no período entre 20 de maio e 30 de junho de 2020, em trabalhadores da saúde e segurança pública sintomáticos para o novo coronavírus. Os resultados positivos dos exames RT-PCR e da sorologia foram 13,8% e 5,7%, respectivamente.

Esses dados não incluem os dias 20 e 27 de junho dedicados exclusivamente a testagem dos servidores sintomáticos da UFG, quando foram feitos 484 testes, sendo 229 RT-PCR e 255 sorologias.

Devido ao aumento de casos confirmados de covid-19 e à escassez de testes em Goiânia, a demanda da Tenda Triagem Covid-19 UFG tem aumentado. São testadas uma média de 100 pessoas por dia. A definição sobre qual testagem é mais adequada para cada caso é feita após avaliação pela equipe multidisciplinar do projeto. A equipe que realiza o atendimento é composta por mais de 100 pessoas por dia entre profissionais de enfermagem, medicina, biomedicina, farmácia, biologia, entre outras áreas.

Parceiros

O projeto Tenda Triagem Covid-19 UFG é financiado pelo Ministério da Educação (MEC) e é realizado em parceira com a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia (SMS Goiânia). Foi lançado em 20 de maio de 2020.

A coordenação é realizada pela Faculdade de Enfermagem (FEN). Participam ainda do projeto a Faculdade de Farmácia (FF), Faculdade de Medicina (FM), Instituto de Ciências Biológicas (ICB), Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública (IPTSP), Hospital das Clínicas (HC)/Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

Funcionamento

O projeto Tenda Triagem Covid-19 UFG funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 13h, no Centro de Aulas D da UFG, Câmpus Colemar Natal e Silva, Setor Universitário. O atendimento dos trabalhadores da saúde e segurança sintomáticos é realizado apenas por agendamento prévio que deverá ser feito, das 9h às 16h, nos telefones: (62) 99545-6671/(62) 99163-0666/(62) 99394-6561. O público-alvo do projeto passa por uma teletriagem para evitar filas e aglomerações no local.

O agendamento das crianças e adolescentes dos contactantes positivos testados na tenda é realizado pela equipe do projeto, após confirmação do diagnóstico de covid-19 dos profissionais. Nestes casos, a equipe entrará em contato para o agendamento do teste.

O serviço é realizado, preferencialmente, por drive-thru com atendimento de enfermagem e médico e coleta de amostras para realização dos testes. Posteriormente, o público-alvo são telemonitorados até resolução do quadro.

Fonte: Secom/UFG

Compartilhar