CEFET-MG – TI pode ser aliada na tomada de decisões sobre novo coronavírus

CEFET-MG – TI pode ser aliada na tomada de decisões sobre novo coronavírus

Projeto de extensão do CEFET-MG em Varginha pretende auxiliar autoridades municipais na tomada de decisões sobre a pandemia a partir de recursos das TICs

Já parou pra pensar como as tecnologias de informação e comunicação (TICs) podem ser úteis no enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19)? Câmeras térmicas com sensores inteligentes ajudam no diagnóstico de pessoas infectadas; operadoras de celular geram dados sobre movimentação de pessoas e alertam autoridades sobre aglomerações; drones podem ser aliados na vigilância da população em momentos de isolamento total ou ser usados para emissão de alertas.Entretanto, cidades pequenas e médias podem enfrentar dificuldades para o uso das TICs nesse momento, em função da falta de dados ou de capacidade técnica para identificar e adequar soluções às suas realidades. Para auxiliar nesse sentido, o campus Varginha do CEFET-MG desenvolveu o projeto “Estratégias de combate à pandemia do COVID-19 orientadas por Tecnologias da Informação e Comunicação”, aprovado em edital de extensão que apoia ações contra o vírus.Otimização de processos, redução de custos operacionais, coleta de dados de forma difusa e em tempo real, além de auxílio em tarefas que exigem grande esforço humano são alguns dos benefícios que as TICs podem trazer durante a pandemia, explica o coordenador do projeto, Rodrigo Frogeri, que espera adaptar as experiências no mundo à realidade local. “Esperamos aprender com todas as estratégias que estão sendo desenvolvidas e aplicadas ao redor do mundo, observar a sua adequação à realidade brasileira e apresentar um caminho mais seguro para que planejamentos atuais e futuros possam ser realizados por parte de órgãos de pequenos e médios municípios”, detalha.

Passo a passo

A pesquisa vai estar diretamente associada à comunidade em que o CEFET-MG está inserido a partir desse projeto, estruturado em cinco partes. Na primeira, serão identificados estudos científicos que associem as TICs ao combate à pandemia; na segunda, avaliados os custos e recursos necessários para implementação de ações; na terceira, analisada a realidade do uso dessas tecnologias em municípios do Sul de Minas; na quarta, criado um dossiê que oriente a utilização dessas ferramentas na microrregião de Varginha no combate à pandemia e a submissão de um artigo com as temáticas desenvolvimento regional e COVID-19; por último, proposto um modelo de ação de Tecnologias da Informação que auxilie no combate a pandemias como essa.

Para viabilizar essas etapas, Rodrigo vai contar com o Departamento de Pesquisa do Grupo Unis (universidade privada da região). “Por já possuir um envolvimento junto a muitos municípios do Sul de Minas, a instituição terá o papel de viabilizar o desenvolvimento do estudo junto aos órgãos municipais com poder de decisão nas estratégias de combate à pandemia do COVID-19”, explica. Essa interface irá beneficiar os tomadores de decisão dos municípios, que são alvos principais do projeto, entre eles prefeitos, vereadores, secretários municipais e representantes de associações comerciais, cerca de 141 pessoas.

Todas as atividades estão sendo desenvolvidas a distância por meio de ferramentas colaborativas on-line, seguindo as regras de distanciamento social. Além do coordenador, integram o projeto os pesquisadores Eduardo Gomes, Lázaro Eduardo e Liz Prado; as bolsistas Gabriella Carvalho, Lizandra Chagas e Cecília Rocha (do CEFET-MG); além do analista Bruno da Cruz e  do pesquisador Fabrício Piurcosky (Unis-MG).

Sobre as TICs

Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) é uma sigla originária do Reino Unido, proposta dentro de um currículo escolar nos anos 1990. O conceito, amplamente utilizado com a popularização da internet, é representado por recursos de processamento de informação, incluindo softwares, hardwares, tecnologias de comunicação e serviços relacionados. A definição está disponível no site da Gartner, consultoria renomada em TI mundialmente.

 

 

 

 

Compartilhar