UFAC – Pesquisa tem como alvo tratamento para malária gestacional

UFAC – Pesquisa tem como alvo tratamento para malária gestacional

O professor do campus Floresta da Ufac, Rodrigo Medeiros de Souza, participa de grupo de pesquisa sobre malária gestacional. Um estudo publicado na revista “Science Advances” na quarta-feira, 4, acompanhou 600 grávidas na região do alto rio Juruá, no Acre, para investigar o papel da ativação do inflamassoma na malária placentária, examinando amostras de placenta humana de uma área endêmica e eliminando componentes do inflamassoma em um modelo de camundongo.

“É um dos estudos de maior relevância que o grupo de malária gestacional, do qual faço parte, produziu até hoje, com início (avaliação do problema em humanos), meio (execução do problema em modelos animais) e fim (uma possível solução para o problema)”, conta Rodrigo.

Ele também destaca um estudo anterior, publicado na comunidade de periódicos “Plos One”, em dezembro do ano passado. “Esse trabalho permitiu sugerir que a imunopatologia placentária crônica, devido à infecção por plasmódio, levou à desregulação do processo de autofagia, prejudicando a homeostasia local e levando a desfechos gestacionais desfavoráveis”, detalha.

Leia mais em matéria publicada na revista “Pesquisa Fapesp”, da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo

Compartilhar