UFAL e Visão Mundial qualificam marisqueiras em unidade experimental de processamento

UFAL e Visão Mundial qualificam marisqueiras em unidade experimental de processamento

Marisqueiras beneficiadas pelas capacitações integram a Cooperativa de Marisqueiras Mulheres Guerreiras

A ação é uma parceria entre as duas instituições para dar mais segurança ao produto comercializado em Alagoas

Marisqueiras beneficiadas pelas capacitações integram a Cooperativa de Marisqueiras Mulheres Guerreiras

Um termo de cooperação técnica entre a Faculdade de Nutrição (Fanut) da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) e a ONG Visão Mundial está promovendo capacitações de marisqueiras sobre o manuseio adequado do sururu. As atividades fazem parte do projeto “Qualificação da Cadeira Produtiva do Sururu” e surgiram da necessidade de inserir mudanças na forma de processar o sururu e garantir a segurança do produto.

“Esse alimento, embora represente uma iguaria típica da nossa culinária, é extraído e beneficiado em um ambiente que não tem recebido a atenção necessária por parte dos gestores públicos, e tem também a sua credibilidade higiênico-sanitária comprometida em função das condições inadequadas de manuseio já conhecidas”, ressalta a professora Ana Cristina Lima Normande, coordenadora do Laboratório de Microbiologia dos Alimentos da Ufal. Segundo a professora, os primeiros testes em laboratório confirmaram os pontos críticos de controle no processamento do sururu e nortearam as medidas preventivas para as capacitações das marisqueiras.

A equipe da Fanut inclui outros professores, técnicos e alunos que, de forma integrada, planejam as atividades a serem desenvolvidas nas oficinas. “Os resultados desses dois meses de trabalho experimental mostram que regras básicas como controle de tempo e temperatura, higienização adequada das mãos, peneiras e bancadas garantem um produto final de acordo com os padrões microbiológicos da Anvisa”, complementa a nutricionista responsável pela supervisão do trabalho nas oficinas, Ana Paula Bulhões. Todo o processamento vem sendo realizado na sede do Instituto Servir, parceiro do projeto, que cedeu uma pequena cozinha para os experimentos.

A ONG Visão Mundial é a proponente do projeto que tem o apoio financeiro do Ministério Público do Trabalho (MPT – AL), e visa contribuir na prevenção e erradicação do trabalho infantil, presente nessa cadeira produtiva. O foco de capacitações nas mulheres se deve ao fato de serem mães e as principais responsáveis pelos cuidados e sustento das crianças. “A Visão Mundial está presente em mais de 100 países e busca através de ações, projetos e programas, garantir condições de vida mais justas, em especial as crianças e comunidades em situação de vulnerabilidade. Esse projeto permite que essas mulheres se qualifiquem e consigam renda para melhorar a sua vida e de suas famílias”, ressalta Ronivon do Nascimento Amorim, representante da ONG em Alagoas.

Parceria entre Ufal e ONG Visão Mundial deve proporcionar mais qualidade ao sururu de Alagoas

Cooperativa de Marisqueiras

As marisqueiras beneficiadas pelas capacitações integram a Cooperativa de Marisqueiras Mulheres Guerreiras – Coopmaris, que atualmente conta com cerca de 40 cooperadas. Iniciado em 2018, o projeto mobilizou cerca de cinquenta marisqueiras no entorno da Lagoa Mundaú e em parceria com o Centro de Educação Ambiental São Bartolomeu – Ceasb, a ONG Visão Mundial e MPT – AL formalizou a Coopmaris. Essas mulheres vem participando de outras capacitações, como oficinas sobre políticas públicas de proteção e valorização do trabalhador(a) e seus direitos sociais, ação comunitária pela proteção do território da pesca, prevenção e combate ao trabalho infantil, educação financeira, entre outros temas de relevância para o trabalho na cooperativa. Presidida pela marisqueira e líder comunitária, Vanessa dos Santos Silva, essa Cooperativa desponta como o primeiro empreendimento para beneficiar diretamente as marisqueiras guerreiras da Lagoa Mundaú.

Serviço

Capacitação de Marisqueiras

Terças e Quintas

8h30 às 12h

Sede do Instituto Servir

Compartilhar