UFAL – Prédio do Hospital Veterinário e laboratórios são entregues em Viçosa

UFAL – Prédio do Hospital Veterinário e laboratórios são entregues em Viçosa

Hospital é um dos melhores do Norte e Nordeste e vai atender atividades acadêmicas e aos animais da região

Viçosa – O reitor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), Eurico Lôbo, esteve na Unidade de Ensino de Viçosa, na quinta-feira (7), para participar da primeira entrega de prédios do ano. Desta vez, foram descerradas as placas do Hospital Veterinário Universitário e de um conjunto de laboratórios estruturantes para o curso de Medicina Veterinária. Os edifícios são parte das 83 obras executadas ao longo dos últimos quatro anos.

Quando estiver em funcionamento, o Hospital deverá atender não só ao desenvolvimento das atividades acadêmicas, mas a toda à comunidade da região, com a prestação de serviços clínicos, cirúrgicos e de diagnóstico de animais domésticos e silvestres. Entre as instalações previstas estão o centro cirúrgico, salas de Radiologia, Ultrassonografia e esterilização de animais de pequeno e grande porte.

Para Pierre Barnabé, diretor do Hospital, trata-se de um momento ímpar para a Unidade. Ele lembrou que a obra passou por três embargos, o que fez com que demorasse nove anos para ser finalizada. No entanto, o docente salientou que o processo de finalização do Hospital foi um dos fatores que influenciaram na decisão dos avaliadores da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) na aprovação do mestrado em Medicina Veterinária, cujo resultado foi divulgado no mês passado. O curso deverá iniciar suas atividades ainda este ano.

Para que o Hospital entre em funcionamento, estão em andamento processos licitatórios de compra de móveis e equipamentos, além da contratação de novos servidores. Pierre Barnabé aproveitou a cerimônia para sugerir que a Ufal buscasse parcerias públicas e privadas para o início mais rápido das atividades. “Com certeza, dentro da proatividade dos professores e dos técnicos de campo, que já provaram sua qualidade com a aprovação do mestrado e de outros tantos editais de pesquisa e extensão, nacionalmente, acredito que, em um ou dois anos, a gente esteja com o hospital em pleno funcionamento”, pontuou.

Entrega de laboratórios estruturantes

Dois dos laboratórios entregues já estão em funcionamento há pelo menos dois anos: os de Doenças Parasitárias e de Doenças Infecciosas. Os outros três entregues, de Inspeção de Alimentos, Nutrição e de Tecnologias de Alimentos, ainda necessitam de recursos e algumas reformas para que iniciem suas atividades. A coordenadora do curso, Chiara Lopes, lamentou a falta dos equipamentos para o funcionamento dos prédios, mas comemorou a conquista dos novos espaços.

“O uso de alguns desses laboratórios há algum tempo já demonstra a importância que essas estruturas têm para o desenvolvimento do curso. Ao menos na parte das pesquisas, que estão sendo desenvolvidas, dos resultados obtidos por meio destas pesquisas e da utilização do espaço para o ensino, com uma sala de aula existente no prédio. Apesar de não estar em total contento, como gostaríamos, foi um grande avanço”, disse.

O reitor Eurico Lôbo lembrou o processo de luta que estudantes e professores da Unidade tiveram na cobrança por melhorias nas instalações, desde a criação do curso. “Não foi fácil chegar até aqui. Num momento extremamente delicado, eu ouso dizer que nesses últimos quatro anos nós colocamos 83 obras em execução. A maioria delas já está sendo entregue. Pegamos 16 delas paralisadas e colocamos em andamento e não estamos deixando obra alguma paralisada”, justificou.

ASCOM – Universidade Federal de Alagoas

Compartilhar