Ufal suspende atividades de bolsistas durante o período de greve

Ufal suspende atividades de bolsistas durante o período de greve

Decisão da Pró-reitoria Estudantil reforça que pagamento das bolsas está mantido por meio do envio das frequências

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio da Pró-reitoria Estudantil (Proest), informa que as atividades desempenhadas pelos bolsistas Pró-graduando (PG), de Desenvolvimento Acadêmico Institucional (BDAI) e do Programa de Ações Interdisciplinares (Painter) deverão ser suspensas, enquanto durar a greve, visto que as atividades dos estudantes estão condicionadas à supervisão e acompanhamento direto de servidor técnico-administrativo ou docente.

A decisão tomada pela Pró-reitoria Estudantil, no entanto, reforça que o pagamento das bolsas está mantido por meio do envio das frequências que têm prazo de recebimento final até o dia 15 de cada mês. “As frequências relativas ao Campus A.C. Simões, em Maceió, deverão ser entregues na secretaria da Proest, estritamente no período de 10 a 15, no turno matutino, e as pertinentes aos campi do interior, nos seus respectivos NAEs, em período a ser definido por esses Núcleos. Durante a greve, não será realizado pagamento por folha complementar”, informa a nota oficial assinada pelo pró-reitor Pedro Nelson Bonfim.

O órgão comunica ainda que as atividades do Restaurante Universitário (RU) estão restritas aos moradores da Residência Universitária Alagoana (RUA). “Casos excepcionais de necessidade de funcionamento deverão inicialmente ser encaminhados aos Comandos de Greve para análise e, em caso de concordância, comunicados à Pró-reitoria Estudantil para composição de lista a fim de garantir o atendimento junto ao R.U. do Campus A.C. Simões”, complementa a nota oficial.
Confira o memorando disponível abaixo.

Ascom Ufal

Compartilhar