UFAM – FAO convida pesquisadores para participar de levantamento

UFAM – FAO convida pesquisadores para participar de levantamento

Pesquisadores da Ufam são convidados a colaborar em levantamento mundial feito pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) sobre a conservação e o uso sustentável dos recursos genéticos vegetais para a alimentação e agricultura, relativo ao período de 2012 a 2019. Para participar, é necessário responder ao(s) questionário(s) correspondente(s) à área de atuação.

No Brasil, a organização desse trabalho ficou a cargo da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), sendo coordenado pela Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia, a qual conta com o apoio de todas as unidades. Os tópicos abordados nesse levantamento envolvem a Conservação in situ (no próprio lugar) e manejo on farm (em fazendas ou sítios) de recursos genéticos vegetais; a Conservação ex situ (fora do seu próprio lugar); o Uso sustentável de recursos genéticos vegetais; e a Capacidades institucionais e de recursos humanos. Pela dimensão continental do Brasil, a divulgação e coleta de dados estão sendo feitas de forma regional.

Os resultados serão organizados em forma de relatório, o qual será publicado para que possa servir de referência a todos que se interessam pelo tema. O relatório do Brasil é muito importante para atender aos compromissos internacionais do País com a FAO, e fará parte do Terceiro Relatório Mundial sobre o estado dos Recursos Genéticos para a Alimentação e Agricultura. A participação dos pesquisadores é importante porque é um levantamento que estamos fazendo para o relatório sobre uso de recursos genéticos vegetais (RGV) de espécies nativas na agricultura. As respostas do questionário vão gerar os dados necessários para fazer o relatório. Por isso é tão importante encontrarmos os pesquisadores que trabalham com esses recursos genéticos dentro da Ufam. Temos unidades acadêmicas no interior e pouco contato com muitos deles. Precisamos organizar essas informações na forma de relatório. Precisamos ter um relatório mais completo possível sobre a realidade brasileira atual quanto a solicitação da FAO”, expõe a professora Maria Teresa Gomes Lopes, do Laboratório de Genética Vegetal da Faculdade de Ciências Agrárias. “Gostaria também, se possível, que estes pesquisadores me enviassem e-mail para que pudéssemos organizar uma rede dentro da Ufam no sentido de divulgar informações relevantes para a conservação de RGV. E-mail: mtglopes@ufam.edu.br”, informa a docente.

Se você é pesquisador e trabalha com variedades crioulas/tradicionais, extrativismo de plantas nativas, ou parentes silvestres das plantas cultivadas, clique aqui para responder ao questionário sobre conservação in situ e manejo local de recursos genéticos.

Se você é curador ou responsável por bancos/coleções de germoplasma, clique aqui para responder ao questionário sobre conservação ex situ de recursos genéticos.

Se você trabalha com pré-melhoramento ou melhoramento genético, clique aqui para responder ao questionário sobre uso sustentável de recursos genéticos.

Mais informações podem ser obtidas na página da Sociedade Brasileira de Recursos Genéticos

Compartilhar