Ufam seleciona para Licenciatura Indígena ofertada em São Gabriel. Inscrições gratuitas

Nos casos em que o candidato resida em localidade remota, com dificuldade de acesso à internet, serão realizadas pré-inscrições presenciais até o dia 20 de fevereiro.

A Universidade Federal do Amazonas (Ufam) publicou edital referente ao Processo Seletivo Simplificado para o curso de Licenciatura Indígena Políticas Educacionais e Desenvolvimento Sustentável (PSSLIND/2018). Com 120 oportunidades destinadas exclusivamente a candidatos indígenas, as inscrições online serão aceitas entre 2 de março, a partir das 9h, e 3 de abril de 2018, até 23h59 (horário oficial de Manaus).

Para os casos em que o candidato resida em localidade remota, com dificuldade de acesso à internet, serão realizadas pré-inscrições presenciais até o dia 20 de fevereiro de 2018, das 8 às 11h30 e das 14 às 17h, na sede da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (Foirn) de São Gabriel, localizada na rua Álvaro Maia, nº 79, Centro.

Os interessados devem pertencer às etnias Baniwa/Kuripako, Nheengatu e Tukano e as aulas serão ministradas no município de São Gabriel da Cachoeira, no segundo semestre. Para concorrer, é necessário atender a todas as exigências do Edital nº 6/2018, sendo dispensado o pagamento de qualquer taxa. As inscrições podem ser realizadas na página da Comissão Permanente de Concursos da Ufam (Compec): http://www.comvest.ufam.edu.br/.

Os critérios que habilitam o interessado a concorrer são estes: a) falar e escrever a língua indígena de instrução ou outra língua de sua/seu respectiva(o) Turma/Povo; b) não possuir título de graduação; e c) ser residente num dos municípios da região do Rio Negro.

Provas

O cartão de confirmação de inscrição (CCI) estará disponível a partir do dia 30 de abril de 2018 na página da Compec. O PSSLIND/2018 será realizado no dia 16 de maio de 2018, em etapa única, que compreende uma prova escrita e uma prova oral, conforme o quadro a seguir:

A relação dos classificados será divulgada no dia 16 de junho de 2018 e os habilitará para a realização da matrícula institucional. O total de vagas será distribuído de acordo com as etnias: Turma Baniwa/Kuripako (40 vagas); Turma Nheengatu (40 vagas); e Turma Tukano (40 vagas).

 

Compartilhe: