UFBA passa a integrar Rede de Direito Civil Contemporâneo

UFBA passa a integrar Rede de Direito Civil Contemporâneo

A Universidade Federal da Bahia agora faz parte da Rede de Direito Civil Contemporâneo, o maior grupo de pesquisa em Direito Privado da América do Sul. A instituição já participa da equipe desde seu início, em 2014, mas só na sexta-feira (2/12) formalizou seu ingresso na rede.

Com o ingresso da UFBA, a rede agora conta com oito universidades federais brasileiras (Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Ceará, Mato Grosso, Santa Catarina, Pernambuco e Fluminense) e quatro estrangeiras (Humboldt-Berlim, na Alemanha; Coimbra, Porto e Lisboa, em Portugal, e Girona, na Espanha).

As atividades da instituição baiana serão coordenadas pelos professores Roxana Brasileiro Borges (pesquisadora-líder), Joseane Suzart, Rodrigo Moraes, Maurício Requião, Técio Spíndola, Antonio Lago e Emanuel Lins.

A Rede é responsável pela coluna Direito Civil Atual, publicada às segundas-feiras pela revista Consultor Jurídico. A RDDC também edita a Revista de Direito Civil Contemporâneo, publicada pela editora ThomsomReuters.

O ingresso da UFBA foi assinado durante evento em comemoração ao centenário de nascimento do jurista baiano Orlando Gomes. Ele foi professor da Faculdade de Direito da universidade e um dos mais importantes civilistas do Brasil. A homenagem contou com um seminário, do qual participou o professor Otavio Luiz Rodrigues Jr, professor da USP um dos coordenadores da Rede de Direito Civil Contemporâneo. Da USP, também estavam lá Cláudio Godoy e Eduardo Tomasevicius.

A Faculdade de Direito da UFBA é uma das mais antigas do Brasil e, não por acaso, das mais tradicionais também. De lá saíram os ministros do Supremo Tribunal Federal Aliomar Baleeiro e Eduardo Spíndola, os professores Coqueijo Costa, Calmon de Passos e Orlando Gomes, além do cantor e compositor Raul Seixas e do escritor João Ubaldo Ribeiro.

 

 

Compartilhar