UFC – Aprovadas resoluções de progressão funcional e de carga horária docente

UFC – Aprovadas resoluções de progressão funcional e de carga horária docente

Após seis horas de discussões e votações, o Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEPE) da UFC aprovou, nesta sexta-feira (3), duas resoluções administrativas que tratam sobre carreira docente. A primeira aborda os critérios e procedimentos para progressão e promoção funcional dos professores. A segunda trata de regime de trabalho e carga horária docentes. Em meio a amplo debate, as resoluções foram aprovadas por maioria, com pequenas alterações no texto-base apresentado. As novas normas entrarão em vigor a partir de 1º de fevereiro de 2015.

Na resolução que trata de progressão funcional, as principais mudanças dizem respeito à exclusão do artigo 24 da proposta, que estabelecia um mínimo de seis meses para o docente requerer nova avaliação de desempenho, caso ela viesse a ser negada. A nova redação não estabelece prazo.

Também foi alterado o parágrafo que estabelecia regras de transição da avaliação docente enquanto não entrasse em vigor uma resolução específica. Os conselheiros decidiram que, durante a transição, a nota da avaliação de cada docente será sua nota da avaliação discente dividida por dois.

Para fins de pontuação na avaliação docente, os conselheiros decidiram incluir: atividades realizadas na área de formação de professores e participação em atividades de representação externa – como agências de fomento à pesquisa e conselhos, além de outras pequenas mudanças na redação. Confira os principais pontos.

CARGA HORÁRIA – Na resolução que trata de regime de trabalho e carga horária docente, foi alterado o artigo 7º, parágrafo 1º, que estabelecia aos professores com regime de trabalho de 40 horas semanais (sem dedicação exclusiva), uma expectativa de direito mínima de 16 créditos de carga horária didática – incluindo-se atividades de orientações de monografias, dissertações, teses e trabalhos de conclusão de curso. Com a mudança, a expectativa de direito desses docentes passa a ser de 12 créditos mínimos. Essa foi a alteração mais significativa na proposta de resolução, que sofreu outras mudanças pontuais no texto, a serem incluídas na redação final. Confira os principais pontos.

NOVAS RESOLUÇÕES – Logo no início da reunião, o presidente do CEPE, Reitor Jesualdo Farias, destacou que as resoluções vêm sendo discutidas há dois anos, tendo sido publicadas por mais de seis meses no Portal da UFC (www.ufc.br) e passado por longo debate entre os colegiados das unidades acadêmicas. “É muito bom ter em mãos um documento que foi fruto de tanta discussão. Agradeço, e agradeço muito, a todos que participaram disso”, disse o Prof. Jesualdo, já ao fim da votação.

Conforme explicou o Reitor, o CEPE irá avaliar outras três resoluções que tratam da carreira docente. As duas próximas irão abordar promoção e concurso para professor titular. Na reunião seguinte do CEPE, será analisada a última resolução, que aborda avaliação docente. Em breve, o CEPE disponibilizará a redação final das resoluções aprovadas.

Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional UFC

What’s MFA’s opinion on the Superdry Windcheater
watch game of thrones online free CAThis hike leads to Ollason Peak

Importance Modeling Poses for Fashion Models
free games online I was thinking this would be a great lens topic

Hublot Big Bang Lady Wristwatch
games online el paso mississippi hill bicycle trails

What are the Benefits of Jojoba Oil Vitamin E for Fingernails
cheap flights the whole outfit won look right

Blowing Early Music Careers of Famous Musicians
forever21 it’s not a dramatic increase

Characteristics of the Classic Fashion Personality
free online games match up you’re in good shape

G and Kazuto Nakazawa animate Kao’s New CM
jeu gratuit wool or ramie

What Counts the Most in Public Speaking
cool math The Green Beans and Potatoes is a very popular dish

Compartilhar