UFFS emite a primeira apostila de revalidação de diploma de cidadã estrangeira

UFFS emite a primeira apostila de revalidação de diploma de cidadã estrangeira

Na manhã de sexta-feira (6), a Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal da Fronteira Sul recebeu a visita da cidadã colombiana Maritza Pava Marques para receber a Apostila de Revalidação de seu diploma de “Enfermera”, obtido na Universidad Nacional de Colombia, em 29 de setembro de 2016. A Apostila tem validade em todo o território nacional.

A Apostila de Revalidação foi a primeira emitida pela Universidade Federal da Fronteira Sul

Os pedidos de revalidação de diplomas chegam às universidades públicas federais por meio da Plataforma Carolina Bori. O Portal foi desenvolvido pelo MEC e lançado em dezembro de 2016 como ferramenta de auxílio às universidades e às comissões de análise de diplomas e títulos.

Conforme o pró-reitor de Graduação, Jeferson Saccol Ferreira, “o processo tramita dentro da própria plataforma: primeiro o requerente faz seu cadastro e escolhe uma Instituição de Ensino Superior (IES) que esteja apta a revalidar diplomas estrangeiros daquele curso específico. Depois é encaminhada, na forma digital, toda documentação prevista em lei, que passa por uma análise documental preliminar feita pela Divisão de Gerenciamento de Diplomas (DGD)”.

A averiguação da documentação é feita por um Comitê, composto por, no mínimo, três docentes de área afim, que tem como competência fazer análise acadêmica, relativa ao mérito e às condições acadêmicas do curso ou programa efetivamente cursado pelo interessado e, quando for o caso, no desempenho global da instituição ofertante. “Nesse caso específico de Maritza, o Comitê entendeu que deveriam ser cursadas disciplinas complementares, que poderiam ser feitas na UFFS ou em outra IES, desde que previamente autorizadas pelo Comitê. Após cursadas as disciplinas pela solicitante, todos os requisitos foram cumpridos e a Apostila de Revalidação foi emitida”, informa o pró-reitor.

A revalidação de diploma de Maritza Pava Marques foi a primeira realizada pela UFFS. “Para que isso fosse possível, toda uma estrutura institucional foi necessária, desde o momento do pedido até a confecção da Apostila de Revalidação. Nesse sentido, entendemos que esse processo serviu para ratificar a competência técnica dos servidores da UFFS. Tal processo serviu para fortalecer e otimizar diretrizes, criando um caminho sólido aos brasileiros e estrangeiros que necessitem revalidar seu diploma nesta Universidade”, entende Saccol.

Compartilhar