UFG – Criada Frente Parlamentar de Apoio aos Parques Tecnológicos

UFG – Criada Frente Parlamentar de Apoio aos Parques Tecnológicos

Iniciativa contribui para o desenvolvimento econômico e social de Goiânia e de Goiás

Foi aprovada no último dia 24 de setembro, na Câmara Municipal de Goiânia, a criação da Frente Parlamentar de Apoio aos Parques Tecnológicos. O Decreto Legislativo 13/2019, de autoria do vereador Gustavo Cruvinel (PV), visa apoiar e estimular a implantação e a consolidação de parques tecnológicos e criar leis e políticas públicas de estímulos à criação, instalação e manutenção de empresas em parques tecnológicos.

O diretor do Parque Tecnológico Samambaia da Universidade Federal de Goiás (UFG), Luizmar Adriano Junior, explica que parques tecnológicos são ambientes voltados à geração de inovações tecnológicas, a partir da articulação entre universidade, empresas, governo e sociedade, que geram produtos, processos e serviços inovadores, além de empregos, impostos e, consequentemente, desenvolvimento econômico e social.

“A criação da Frente Parlamentar de Apoio aos Parques Tecnológicos é uma iniciativa importante e inédita no município de Goiânia, que somada às iniciativas das esferas estadual e federal, tem elevado potencial de impactar no desenvolvimento econômico e social de Goiânia e de Goiás”, considera.

O diretor acrescenta que a expectativa é que a frente municipal possa avançar na aprovação de uma legislação municipal moderna de estímulos voltados aos ambientes de inovação (parques tecnológicos, incubadoras, laboratórios de inovação, entre outros) às empresas instaladas nesses ambientes e também na viabilização de recursos públicos para investimento na infraestrutura dos parques.

Centro Regional para o Desenvolvimento Tecnológico e Inovação integra o Parque Tecnológico

Visibilidade

O vereador Gustavo Cruvinel afirma que a frente parlamentar também pretende contribuir para viabilizar o Parque Tecnológico Samambaia, dando mais visibilidade e mostrando que ele pode ser um importante elo para o desenvolvimento de Goiânia.

“A própria existência da frente mostra o interesse em viabilizar o Parque Tecnológico. Vamos tentar ser mais um ponto de ligação entre o setor produtivo, o poder público e as instituições de ensino e pesquisa. Uma medida prática foi obter o apoio do prefeito Íris Rezende para as obras de infraestrutura. Isso foi feito na última prestação de contas na Câmara e já vamos articular para viabilizar o convênio para garantir essas obras”.

Compartilhar