UFGD – Modelo de internacionalização da UNILA será tema de palestra

UFGD – Modelo de internacionalização da UNILA será tema de palestra

O Escritório de Assuntos Internacionais (ESAI/UFGD) realizará na quarta-feira (29) a palestra “Experiência da Universidade Federal da Integração Latino-Americana/UNILA no Processo de Internacionalização”, com o Prof. Dr. Aníbal Orué Pozzo, às 14h, na Sala 102 – FADIR. No atual contexto de discussões sobre a internacionalização das instituições de ensino superior, a Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) é apresentada como um grande modelo de sucesso.

Isso porque, de acordo com o chefe do ESAI, Prof. Dr. Tomaz Esposito Neto, atualmente, quase a metade dos quadros docentes e discentes (graduação e pós-graduação) da UNILA é composto por estrangeiros, em sua maioria latino-americanos. Assim, foram superados grandes desafios, como as barreiras linguísticas e culturais, para o pleno desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão. De modo que a palestra de quarta-feira discutirá as etapas, os sucessos e os desafios do modelo de internacionalização da UNILA.

Todos os técnicos administrativos e docentes interessados estão convidados a participar. As inscrições serão feitas na hora e os inscritos receberão certificado de participação.

Mais informações podem ser obtidas no ESAI pelos fone 3410-2745/2746/2747.

Aníbal Orué Pozzo tem pós-doutorado em Comunicação e Estudos Sociais de Fronteira, pelo Centro de Estudos Avançados (CEA) da Universidade Nacional de Córdoba. Fez doutorado em Administração – Processos Comunicacionais pela Universidade Autônoma de Assunção (2003) e mestrado em Estudos de Mídia pela New School for Social Research University , em Nova Iorque (EUA).

Atualmente é docente da UNILA e líder do grupo de pesquisa “Paraguai: sociedade, território e cultura”, do CNPq.

Foi fundador e ex-coordenador do Mestrado em Comunicação para o Desenvolvimento, da Escola de Pós-graduação da Universidad Nacional del Este (UNE), e coordenador do Centro de Estudos das Relações Paraguai-Brasil da UNE. Também foi presidente do Centro de Estudos Rurais Interdisciplinares (CERI), do centro de pesquisa no Paraguai e professor visitante na Hofstra University (2001-2002), em Nova Iorque (EUA).

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da UFGD com informações do ESAI

 

Compartilhar