UFJF – Encontro de Alfabetizadores discute educação infantil em diálogo com arte e cultura

UFJF – Encontro de Alfabetizadores discute educação infantil em diálogo com arte e cultura

Reunindo representantes de 197 municípios mineiros no Cine-Theatro Central, teve início na manhã desta sexta-feira, dia 4, o 1º Encontro de Professores Alfabetizadores, promovido pela Faculdade de Educação (Faced) da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O evento é fruta da parceria da universidade com o Ministério da Educação (MEC) no Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa e tem como objetivo formar professores dos sistemas estaduais e municipais de ensino, por meio de parcerias com instituições públicas de ensino superior, responsáveis pela oferta de cursos de formação continuada à distância.

Dentre as atividades realizadas no período da manhã, houve uma mesa-redonda de abertura, que reuniu o superintendente da Funalfa, Toninho Dutra, a subsecretária Municipal de Educação, Juliana Neves de Souza, a pró-reitora adjunta de extensão, professora Maria Lucia Polisseni, o secretário-executivo da Pró-reitoria de Cultura, Darlan de Oliveira Gusmão, a vice-diretora da Faced, Regina Coeli, e a coordenadora do Pacto em Juiz de Fora, Luciane Manera. Em seguida, estiveram presentes os contadores de histórias Felipe Tavares e Lívia Gomes, que, através de histórias, trabalharam de forma descontraída a importância da ligação entre a educação e a comunicação.

Benefícios para todos

Ainda na mesa de abertura, Luciane Manera, emocionada, reconheceu os esforços de todos os membros da comissão organizadora, da UFJF e das instituições de ensino de todo o estado. “O Pacto por si só é um marco para a educação brasileira, mas a oportunidade de realizar esse evento é resultado de nosso intenso esforço em garantir que a educação está constantemente sendo repensada e potencializar o desenvolvimento dos profissionais da educação”. Ainda segundo ela, esse é “apenas o começo”, pois a batalha em prol da qualidade do ensino deve ser cada vez mais incentivada: “não podemos recuar diante de um momento em que a educação está se tornando um fator tão essencial para a construção de um país melhor”.

Para a professora Regina Coeli, o ato de alfabetizar, quando feito com qualidade, abre inúmeras janelas. “A alfabetização transforma o homem, contribuindo para sua formação humana e cidadã, assegurando seus direitos e o cumprimento pleno de seus deveres. Através desse processo, contribuímos para que outras pessoas mudem seu olhar diante do mundo, ao mesmo tempo em que aprimoramos nossa formação enquanto seres humanos”.

Além dela, a pró-reitora adjunta de Extensão também reforçou o papel da educação na transformação do mundo e de indivíduos. “A UFJF, bem como todas as instituições de ensino, têm responsabilidades sociais. Entregamos para a sociedade profissionais capacitados, mas também voltamos nossos estudos e pesquisas para a comunidade, propiciando seu desenvolvimento e integração, através do encontro de diferentes realidades, como acontece aqui hoje, nesse encontro”, comentou.

Experiência transformando a educação

Em um segundo momento, foi promovida uma segunda mesa-redonda, mediada pela professora da Feafid Consuelo Mozzer e com o intuito de discutir cultura, arte e educação, reunindo de profissionais de segmentos direta ou indiretamente relacionados com a alfabetização. Dentre eles, estiveram presentes o ex-professor e superintendente da Funalfa, e o diretor do Departamento de Cultura da fundação, Alexandre Gutierrez, contando um pouco sobre sua experiência no ensino público e na associação do teatro com a alfabetização, respectivamente. Citando Carlos Drummond de Andrade, Dutra relacionou sua vivência na escola pública à importância que dá ao desenvolvimento dos profissionais que trabalham nesse meio. “Estudei em uma escola pública e tive a incrível oportunidade de trabalhar nesse tipo de instituição, onde aprendi que a qualidade da educação que um professor busca oferecer aos seus alunos é fundamental para os caminhos que eles tomarão. Na minha sincera opinião, um país é o reflexo de seus professores”.

Ainda não há previsão para a realização de outras edições do encontro, mas há outras atividades do Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa programadas ainda para 2013. O cronograma completo para coordenadores estaduais e municipais, orientadores de estudo e professores alfabetizadores está disponível nosite do pacto, através da guia “Cronograma”.

 

 

Outras informações: (32) 2102-3650 (Faculdade de Educação)

Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa

Faculdade de Educação

 

Secretaria de Comunicação da UFJF

 

 

and Develop A Culture of More Effective Leaders and Employees
watch game of thrones online free Whether you’re headed to the park

Weak Sales Could Dampen View of Gap
cheapest flights The National Enquirer and Star

8 Secrets of Shopping Spring Sandals for Beach Wear
forever 21 The Tourist Card must be surrendered when you leave the country

How to Pitch an Article to Teen Vogue Magazine
free online games For special events

The Idolization Of Bugaboo Prams
miniclip who was Obama’s minister and spiritual advisor for 20 years

History of High Heel Shoes
kleider The front cover for this release doubles as the booklet as well

A frugal version of this red and white striped shirt
ballkleider there is also an epilogue manga at the end

How do you roll up your shirt sleeves with a sweater
cool math games 4 shifts position as additional information is acquired

Compartilhar