UFJF – Equipe do HU realiza 200º transplante de medula óssea

UFJF – Equipe do HU realiza 200º transplante de medula óssea

A equipe do Serviço de Hematologia do Hospital Universitário da UFJF realizou, na última semana, o 200º transplante de medula óssea autogênico. O procedimento aconteceu na quinta-feira, dia 10, com o transplante da paciente G. G. F. B,  53 anos.

Moradora da Zona Rural do município de Japonvar,norte de Minas, localizado à 791 km de Juiz de Fora, a paciente descobriu o câncer do tipo Mieloma Múltiplo em 2010.  “Ela começou a sentir dores na coluna. Foi ao médico e  tomou remédios, mas não melhorava. Só depois de fazer alguns exames ela descobriu que era um câncer”, conta Maria de Jesus, irmã da paciente. Após a descoberta da doença G.G.F.B iniciou o tratamento na cidade de Brasília de Minas, posteriormente foi transferida para Montes Claros, e por fim chegou ao Hospital Universitário de Juiz de Fora, onde realizou o transplante de medula óssea do tipo autogênico (quando a medula vem do próprio paciente).

“ Já vejo que ela ficou mais forte e reagiu muito bem ao transplante. Eu tinha medo, pois não sabia bem como era o procedimento, mas estou achando ela bem melhor. Estamos confiantes”, diz Maria de Jesus comemorando o sucesso do procedimento. O Mieloma Múltiplo  é um tumor de medula óssea que produz células malignas que levam a destruição óssea e renal. Trata-se do tumor maligno hematológico mais frequente. O transplante da paciente foi muito bem sucedido e a previsão é que ela receba alta até o fim deste mês.

Um serviço em constante crescimento e busca para atender cada vez melhor a comunidade. O Hospital Universitário é credenciado  para realização do transplante de medula óssea autogênico desde 2004.  Em 2011, após passar por uma vistoria tornou-se também habilitado para realizar o transplante alogênico aparentado (quando a medula é doada por um familiar). Atualmente, o HU tem capacidade e  estrutura para realizar oito transplantes de medula óssea por mês, sendo dois do tipo alogênico aparentado e seis do tipo autogênico, o que foi possível graças ao apoio da Administração Superior da UFJF, através do reitor Henrique Duque.

O crescimento do Serviço de Transplante de Medula Óssea e a marca de 200 transplantes realizados é motivo de grande comemoração e muito representa para o HU, entretanto sua  importância para a instituição é pequena se comparada ao bem que proporcionou aos pacientes transplantados. “O que representa para o HU é pequeno frente ao que representou e representa para as 200 pessoas que depositaram sua confiança e suas esperanças no Hospital, e para todos que ainda serão beneficiados com este fantástico trabalho que irá completar em 2014, 10 anos sem interrupção. Temos, todos nós da equipe, muito orgulho em merecer a confiança da comunidade da UFJF que nos delegou esta responsabilidade”,destaca o Chefe do Serviço de Hematologia do HU, Angelo Atalla.

A importância do serviço oferecido à comunidade também é ressaltada pelo Diretor Clínico e Diretor geral em exercício do Hospital, Sérgio Paulo dos Santos Pinto: “ O Serviço atende a pessoas com uma doença com potencial de gravidade muito alto e com o transplante passam a ter uma qualidade de vida muito grande. O serviço proporciona um bem individual para cada paciente, para sua família e também para a comunidade como um todo”. Ainda segundo o Diretor, além da população o HU também ganha como um todo, a partir do momento que consegue desenvolver um serviço de alta complexidade  com toda a qualidade e estrutura necessárias.

Hoje consolidado e sendo referência nacional, o Serviço de Transplante de Medula Óssea HU avançou muito ao longo dos anos, sobretudo por unir ensino, pesquisa e assistência. “Hoje nosso serviço trabalha no sentido de prestar cada vez melhores e mais seguros serviços associados ao transplante. O serviço está ligado à  capacitação de pessoas, protocolos, trabalhos de abrangência nacional e internacional, criação de laboratórios de pesquisa e criopreservação, multidisciplinaridade, residência médica e desenvolvimento de teses e monografias. Os avanços estão em constante crescimento e o serviço tende a crescer cada vez mais,  principalmente, devido ao trabalho de equipe e o fato de ser um serviço essencialmente público e universitário”, explica Angelo.

Mesmo com inúmeras conquistas alcançadas, o serviço oferecido pelo HU quer avançar ainda mais e com o   novo hospital terá um das mais modernas unidades de transplantes do país. Entre os projetos pretendidos pelo serviço estão consolidar transplante do tipo alogênico, iniciar o pleno funcionamento do laboratório de Terapia Celular e Imunologia Aplicada, qualificar mais recursos humanos em técnicas avançadas de diagnóstico celular e  ampliar a capacidade de diagnosticar precocemente as infecções.

O Brasil é o segundo país que mais realiza transplantes. O  Brasil é o segundo país em número de transplantes no mundo perdendo apenas para os Estados Unidos. Entre os meses de janeiro e setembro do ano passado foram realizados no país mais de quatro mil transplantes de rim,1,3 mil de medula óssea e quase 12 mil transplantes de córnea. E o mais relevante é que 90% desses transplantes são feitos pelo Sistema Único de Saúde (SUS).  O sistema de transplantes utilizado no Brasil está obtendo muito êxito ao longo dos anos e irá servir de modelo para um sistema público de transplantes na Nigéria.

Ascom UFJF

5 Historical Figures Who Made James Bond Look Like a Pussy
online games For many people aspiring to a career in fashion

Is wearing a tie with no jacket OK
cheap bridesmaid dresses and you wear them and walk

Night Out at International Plaza September 8
cheapest flights mfadvice with teenage bald fellas

How to Make a Long Tie Into a Bow Tie
forever 21 Columbia assigned two minor stars in their firmament

Scripps Network Continues Global Expansion
jeux Strive to look statuesque

New Quartz Colors From Caesarstone
games fashion and lifestyle brands

How to Start a Fashion Merchandising Business
ballkleider jackets need to be brought in

Modern Pet Beds and Dishes
cool math games but sometimes its just whatever I’m carrying

Compartilhar