UFJF inicia instalação de usina de eletricidade solar fotovoltaica

UFJF inicia instalação de usina de eletricidade solar fotovoltaica

Em sintonia com as ações ligadas à sustentabilidade realizadas ao redor do mundo, a Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) investiu, no começo deste ano, R$ 2 milhões na aquisição de um conjunto de 27 módulos geradores de energia solar fotovoltaica. As placas, que totalizam 500 kWp de potência, serão instaladas, nos próximos 60 dias, pela Pró-reitoria de Infraestrutura e Gestão (Proinfra).

De acordo com o coordenador de Manutenção Elétrica, Eletrônica e Gestão, da Proinfra, Márcio Resende, a iniciativa visa a manutenção consciente dos recursos naturais, que resulta em diversos benefícios para o meio ambiente, como diminuição do desmatamento, redução de emissão de gases do efeito estufa, e redução de poluição por fontes contaminadoras, como carvão, dentre outros.

“Esta realização representa um novo cenário para a Universidade, com a utilização dessa importante fonte de energia alternativa, que se utiliza de tecnologia econômica, renovável e que, principalmente, contribui para um país mais sustentável”, ressalta.

As placas fotovoltaicas, responsáveis por colher energia solar e propiciar sua transformação em energia elétrica, serão instaladas nos telhados de cinco unidades do campus Juiz de Fora: Edifício Itamar Franco, na Faculdade de Engenharia; Instituto de Artes e Design (IAD); biblioteca do Instituto de Ciências Exatas (ICE); e nas faculdades de Economia; Comunicação (Facom); e Odontologia.

A energia elétrica gerada será injetada no sistema de distribuição de energia convencional – suprida pela Cemig -, contribuindo com cerca de 15% do total demandado pela UFJF. “O tempo de retorno do investimento realizado está estimado em quatro anos e meio, dentro da média”, explica Resende. O coordenador acrescenta que todas as edificações presentes no campus serão beneficiadas, “pois a energia gerada se distribuirá por toda a rede elétrica existente”.

Compartilhar