UFJF – Reitor anuncia abertura do RU aos sábados e domingos em recepção aos calouros

UFJF – Reitor anuncia abertura do RU aos sábados e domingos em recepção aos calouros

Cerca de 2.500 novos alunos foram recebidos na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) nesta semana com uma programação especial, mesclando apresentações artísticas, orientações sobre a instituição, distribuição de brindes e ações solidárias. Na manhã desta quinta-feira, dia 9, o Anfiteatro das Pró-reitorias teve sua capacidade extrapolada pela presença dos calouros, que aguardavam ansiosos para os esclarecimentos de cada apresentação sobre a Universidade e as diversas oportunidades que ela oferece.  Os estudantes receberam as boas-vindas do reitor Henrique Duque, que anunciou aos novos alunos uma série de reformas e melhorias, como a ampliação do Restaurante Universitário (RU) que, a partir do próximo semestre, também funcionará aos domingos e feriados. Ele também destacou as oportunidades implantadas na Universidade nos últimos anos. “Alcançaremos um total de quatro mil bolsas oferecidas no mês que vem”.

A primeira a se apresentar foi a coordenadora dos programas de Estágio, Eliete Cunha, que explicou como funciona a coordenação e os tipos de estágio, que variam de acordo com cada curso. Ela também esclareceu aspectos legislativos do trabalho do estagiário para os calouros.

O ponto alto das apresentações da manhã foi o Intercâmbio; estudantes sentados no chão ou em pé por todo o anfiteatro assistiram com grande expectativa as explicações da equipe da Secretaria de Relações Internacionais (SRI). Sob olhares atentos, o secretario-executivo da SRI, Vítor Hugo Terra, tirou dúvidas sobre os procedimentos necessários para quem quer aproveitar a oportunidade de estudo fora do Brasil, além de informar sobre as diversas bolsas disponibilizadas. De acordo com o secretário, só neste ano a SRI está oferecendo cerca de 60 bolsas no valor de R$ 9 mil para ajuda de custo aos estudantes que vão realizar o intercâmbio pela UFJF. Ele também apresentou aos novos e curiosos alunos o programa Ciência sem Fronteiras (CsF), do Governo federal.

Com muitos sonhos e planos em mente, estudantes como Júlia Leopoldo de Oliveira receberam as informações sobre a graduação em instituições estrangeiras. Caloura do curso de Nutrição, Júlia conta que sempre quis viver e estudar fora do país. “Minha vontade é ir para a Inglaterra, estudar e desenvolver trabalhos. E o intercâmbio da Universidade pode me abrir essas portas”. Para pessoas como Júlia, o secretário Vítor Terra ressaltou a necessidade de o estudante ter o perfil de intercambista como critério subjetivo de seleção. “Geralmente o selecionado é aquele aluno que se prepara, que busca a informação e que se esforça”.

Outra palestra que chamou a atenção dos calouros foi a da Pró-reitora de Pesquisa, Marta D’Agosto. Alunos da área de saúde foram alguns dos que já demonstraram interesse em fazer parte dos projetos científicos da Universidade. Marcella Duarte é uma dessas pessoas. Aluna do 1º período de Nutrição ela conta que se interessou pelo bate-papo justamente por causa da apresentação da professora Marta. “Tenho muita vontade de participar de um grupo de pesquisa. Quanto mais informações sobre as oportunidades eu tiver melhor.” A pró-reitora de pesquisa fez brilhar os olhos dos futuros bolsistas e pesquisadores. Ela ressaltou que a Universidade oferece oportunidades que vão muito além do ensino: “A diferença de estudar em uma instituição de ensino superior pública é poder participar ativamente do processo de formação do conhecimento, através da pesquisa, extensão e pós-graduação”. Marta apresentou as atividades da Pró-reitoria de Pesquisa (Propesq) e anunciou que, atualmente, mil bolsas internas são oferecidas aos estudantes, além daquelas fornecidas pelo CNPq e pela Fapemig. Ela ressaltou a seleção disputada que ocorre entre os projetos de pesquisa, “que são todos avaliados por mérito”.

A Pró-reitora também aproveitou para dar uma dica aos novos alunos que já querem ingressar na pesquisa. “Hoje uma das bolsas mais valorizadas são as de Iniciação Científica (BIC). Elas são anuais, ou seja, no segundo semestre deste ano todos os calouros podem tentar. A grande dica para conseguir uma bolsa BIC é demonstrar interesse e se aproximar dos orientadores e seus projetos”.

As apresentações da manhã foram encerradas com a apresentação do diretor de marketing do Núcleo de Empresas Juniores (NEJ), Renan Tibúrcio e com a divulgação da ação solidária realizada pelo Hemominas em parceria com a UFJF, que acontecerá nesta sexta-feira entre 8h e 16h no Anfiteatro das Pró-Reitorias

À tarde

O bate-papo continuou durante a tarde. Os estudantes foram esclarecidos sobre os serviços prestados pela Central de Atendimento da UFJF, como prazos estipulados no calendário acadêmico e instruções para o uso da ferramenta Siga, acompanharam uma palestra com o coordenador dos Programas de Graduação, Fabiano Tosetti; e conheceram o Sistema de Informação ao Cidadão (SIC), apresentado pela servidora Thyara Fiorello.

A pró-reitora adjunta de Extensão, Maria Lúcia Polisseni, também marcou presença, expondo dados sobre o crescimento e o incentivo à extensão; além da participação do pró-reitor de Cultura, Gerson Guedes, que apresentou os espaços culturais da UFJF na cidade, como o Museu de Arte Murilo Mendes (Mamm) e o Cine-Theatro Central. A pró-reitora de Assuntos Estudantis, Maria Elizabete de Oliveira, explicou sobre o requerimento e concessões de auxílio aos novos alunos.

A recém-ingressa no Bacharelado em Design, Cassiana Marques, 24, veio de Belo Horizonte porque considera a Universidade uma das poucas instituições de prestígio que oferece o curso. “O país inteiro vê a UFJF com bons olhos. O campus é como se fosse uma outra cidade. Estou me sentindo bem esclarecida, é importantíssimo haver esta calourada para aqueles que não conhecem o que está à disposição”, afirma a estudante, que também participou das atividades pela manhã.

A caloura de Direito, Maria Eduarda Pereira, 17, é de Juiz de Fora, pretendia ficar na cidade para cursar o ensino superior e sempre considerou a UFJF a melhor opção. Para ela, a Calourada foi a oportunidade certa para obter informações que estava procurando. “Descobri muita coisa hoje. Estou mais animada agora. Gostei, principalmente, de saber do serviço de intercâmbio que a universidade oferece através da SRI (Secretaria de Relações Internacionais)”.

Todos os calouros que participaram receberam um kit com pen-drive de 4GB, squeeze dobrável, caneta e pasta personalizados. Os calouros que não conseguiram retirar os kits poderão buscar os brindes entre terça e quarta-feira, 14 e 15, das 9h às 15h e das 17h e 20h no hall do prédio da Reitoria.

Ascom UFJF

 

 

 

 

How to Remove Internet Explorer
free games online orthopedic style accessible to everyone

F3 at the Cotton Mill Evening Art Show
online games disassembled for the style

Buy Monogram Canvas Bags at Bagvine
vintage wedding dresses For the past 6 8 months

The Most Recommended Human Hair or Synthetic One
cheapest flights project like a bride to be

Hairstyles From the Mid 40s
forever21 Victorian fashion for women seemed to change

The Key Elements to Effective Telemarketing
onlinegames folding in both ends first and then rolling up burrito fashion

Fashion at the Nichelodeon Kids Choice Awards
miniclip 6 men clothes i pray are going to shut off

Childrens Aprons for Work and Play
ballkleider they’ll increase their productivity

Compartilhar