UFJF retoma consulta à comunidade para elaboração do PDI

UFJF retoma consulta à comunidade para elaboração do PDI

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) volta a ouvir a comunidade em busca da definição de seu Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI). O trabalho de elaboração do plano, que começou ainda no final de 2014, terá um novo momento de consulta pública, entre os dias 19 de setembro e 04 de outubro. A intenção é permitir novas contribuições ao documento, cuja minuta também estará disponível para acesso.

A consulta será on-line, e qualquer pessoa, tanto da comunidade interna quanto externa, poderá participar. As sugestões devem ser incluídas dentro dos nove eixos temáticos do PDI. Para o vice-reitor da UFJF e presidente da comissão de elaboração do PDI, Marcos Chein, a decisão de estender a consulta a toda a sociedade civil dará mais sustentação ao plano. “Quanto mais coletivo for o processo, mais efetivo ele se torna. É fundamental que todos se sintam contemplados e se vejam compelidos a lutar pela efetivação do instrumento em seu processo de execução.”

A intenção é promover, ainda, audiências públicas em Juiz de Fora e Governador Valadares em outubro, após a compilação das sugestões enviadas na consulta on-line. No final do ano, o plano segue para aprovação do Conselho Superior (Consu) da UFJF.

O plano possui status de planejamento estratégico e, por isso, contempla um longo prazo para execução. Além de exprimir a missão da instituição e os princípios que amparam suas práticas, o PDI estabelece amplas diretrizes que nortearão todas as ações da UFJF bem como os objetivos e metas que devem ser alcançados pelas diversas unidades acadêmicas e setores administrativos nos próximos cinco anos. Para Chein, é uma ferramenta decisiva para tornar ainda mais democrática a gestão da universidade. “O PDI é um instrumento de orientação efetiva. À medida que participarem, comunidade acadêmica e sociedade civil estarão contribuindo para o desenvolvimento da nossa instituição e, consequentemente, de toda a sociedade.”

Contribuições

Em maio deste ano, a UFJF já havia aberto período de consulta pública via Siga, e naquele momento recebeu 99 contribuições. “Se, quantitativamente, as contribuições poderiam ter sido mais expressivas, por outro lado, qualitativamente, acrescentaram muito ao plano”, avalia o pró-reitor de Extensão e membro da comissão do PDI, Leonardo Carneiro. Em números absolutos, os que mais participaram foram os alunos da instituição, que sugeriram 59 propostas, seguidos dos TAEs, 24; e dos professores, 16.

Após essa primeira consulta, estava prevista a realização de audiências públicas nos dois campi, que foram suspensas por reivindicações da comunidade interna. Assim, após deliberação do Consu em junho, um novo cronograma foi proposto pela comissão do PDI, permitindo mais uma vez as contribuições das unidades acadêmicas e da comunidade em geral.

Assessoria de Comunicação – Universidade Federal de Juiz de Fora

Compartilhar