UFLA firma convênio internacional sobre café

UFLA firma convênio internacional sobre café

A Universidade Federal de Lavras (UFLA) firmou um convênio com a empresa Syngenta na manhã desta quarta-feira (29/5) na solenidade de abertura do Workshop de Qualidade com a presença de aproximadamente 150 cafeicultores. O convênio tem como objetivo a execução do projeto de pesquisa, extensão e ensino intitulado “Café Nouveau”.

A Syngenta está presente em mais de 90 países ofertando soluções e suporte especializado, para que os produtores possam produzir mais e melhor, ou seja, permitindo que milhões de agricultores façam melhor uso dos recursos disponíveis.

No Brasil, a empresa está nas principais regiões agrícolas por meio de centros de pesquisa e estações experimentais, bem como pela realização de plantios experimentais desenvolvidos em parceria com produtores de culturas variadas, em diversos ecossistemas e locais do país.

O presidente da Syngenta América Latina, Valdemar Fisher, enfatizou a importância da parceria público-privado para o fortalecimento das inovações. “Precisamos unir nossas forças para levarmos muitas coisas positivas para a sociedade e agricultura brasileira”, afirmou. O diretor de marketing da Syngenta, André Savino, destacou ainda a importância da cultura do café para a empresa. “A Syngenta completa 10 anos de plataforma coffee, uma conexão do agricultor com o torrefador. E visualizamos uma nova onda de café para o Brasil com a assinatura desse convênio”, disse.

O reitor da UFLA, professor José Roberto Soares Scolforo, também salientou a relevância de se estabelecer parcerias com empresas privadas na universidade. “Somos uma instituição que defende e apoia essa parceria público-privada. Precisamos sim e muito dessas parcerias com instituições privadas, principalmente neste momento de contingenciamento. Será uma possibilidade de evoluirmos ainda mais na graduação e na pós-graduação. Procurando sempre produzir uma ciência compromissada com a prática para gerar benefícios à sociedade”.

Na ocasião, os professores da UFLA Flávio Borém, Rosane Schwan e Antônio Donizete Alves abordaram as seguintes temáticas: projeto Café Nutracêutico, projeto Fermentação Controlada, e impactos do clima na safra de café 2019/2020, respectivamente. Abordagens que buscam soluções que vão ao encontro da demanda e da necessidade do produtor.

Compartilhar