UFMA – Navio de Ensino e Pesquisa Ciências do Mar II recebe o curso de Oceanografia

UFMA – Navio de Ensino e Pesquisa Ciências do Mar II recebe o curso de Oceanografia

 

SÃO LUÍS – Na sexta-feira, 27, alunos de Cartografia e Navegação do curso de Oceanografia da UFMA realizaram uma visita técnica ao Navio de Ensino e Pesquisa Ciências do Mar II – Laboratório de Ensino Flutuante, para que pudessem ver na prática o conhecimento teórico da disciplina, em que, durante todo o dia, puderam analisar aspectos sobre a embarcação, os instrumentos, as atividades de navegação, comportamento durante o embarque, segurança durante a navegação, entre outros.

O professor Marcelo Henrique Lopes Silva, do Departamento de Oceanografia e Limnologia, que promoveu a atividade, declarou que a ação foi apoiada pela Coordenação de Ciências do Mar da Universidade Federal do Maranhão. “A ideia, com a aproximação com a coordenação do CCMar, que de fato tem uma proximidade muito grande com o curso de Oceanografia de São Luís e com Engenharia de Pesca de Pinheiro, é que essas visitas se repitam durante todos os períodos. Antes, não tínhamos essa oportunidade de contarmos com um navio e agora podemos repetir nos períodos seguintes”, declarou.

Danilo Lopes, coordenador da CCMar e do Navio de Ensino e Pesquisa Ciências do Mar II, realçou que a embarcação visa justamente tornar mais completo o ensino dos estudantes da Universidade: “O objetivo dessas embarcações — no total quatro, que foram distribuídas ao longo da costa brasileira, sendo uma aqui, uma no Rio Grande do Sul, uma em Pernambuco, e uma no Rio de Janeiro — é servir para equalizar o aprendizado desses alunos na área de ciências do mar. Essa experiência embarcada é importante para a qualificação desses recursos humanos”.

Ramon Kesslen da Silva Conceição, aluno do quarto período de Oceanografia, visitou o navio pela primeira vez e comentou sua satisfação com o aparato para a complementação de seus conhecimentos na condição de estudante. “Acredito ser importante esta prática porque pegamos o que é dado em sala de aula e acrescentamos com a experiência do capitão e da equipe, que explicam como acontece na prática e como é o dia a dia do trabalho deles”, avaliou.

Compartilhar