UFMT discute Gestão de Integridade e Compliance

UFMT discute Gestão de Integridade e Compliance

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realizou na manhã desta terça-feira (02), no auditório da pós-graduação da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis (FACC) a abertura do simpósio “Gestão de Integridade e Compliance”. O evento, que conta com o apoio da Controladoria Geral do Estado de Mato Grosso (CGE), é uma das três atividades que integram o projeto de extensão de mesmo nome e é voltado para profissionais e estudantes de áreas vinculadas à temática.

“A UFMT, através da FACC, está promovendo mais um evento no sentido de conscientizar e educar no processo não apenas legal, mas de conformidade e fidegnidade de dados e principalmente no processo administrativo para orientar que o gestor tome não apenas as melhores medidas possíveis, mas também as melhores medidas cabíveis legalmente”, destacou o vice-reitor da UFMT, professor Evandro Soares, que na oportunidade representou a reitora, professora Myrian Serra.

A coordenadora do projeto de extensão, professora Cecilia Arlene Moraes, explicou que o objetivo das ações é de impulsionar e fomentar a cultura de integridade e Compliance. “É o fomento dessa cultura de mudança de comportamento da sociedade e dos nossos alunos”, observou, acrescentando que a realização o evento auxilia na conclusão dos objetivos propostos fazendo com que os estudantes envolvidos sejam co-responsáveis pelo evento, participando de forma ativa, não apenas na realização da atividade, mas sobretudo pelo conhecimento.

União de forças

Emerson Hideki Hayashida, Secretário Controlador Geral do Estado de Mato Grosso, enfatizou que a agregação de forças de entidades que trabalham com o setor público é importante porque é necessário a união de forças. “Precisamos ter todo mundo pensando na mesma coisa. O controle da administração precisa passar por isso, um controle forte e unido. Isos dá uma robustez maior para atuação e na aplicação de recursos público com mais eficiência”, disse.

O superintendente da Controladoria Geral da União (CGU) no Estado, Daniel Gontijo Motta, painelista da atividade, afirmou que o programa de integridade fomentado e desenvolvido pela Controladoria no âmbito federal passa pela criaçãode uma cultura. “Para criá-la é muito importante que esse tema seja discutido, debatido e esteja em voga nesse tipo de evento, principalmente quando você traz a área acadêmica os gestores dos órgãos de controle, o empresariado e o setor público para que todos estejam discutindo o mesmo assunto da mesma forma de modo que isso realmente vire uma cultura e que se passe a ser internalizado pela população brasileira que a forma de se fazer gestão pública é com ética, integridade e sem corrupção”, pontuou.

Também painelista da atividade, o Controlador Geral do Estado do Paraná, Raul Clei Coccaro Siqueira, destacou que o tema tratado durante o evento se alinha, de forma integral e irrestrita com a universidade. “Neste ambiente nós temos as formações profissionais que aqui saem e temos que conscientizar esse aluno e esse cidadão que dentro de sua carreira e atuação profissional ele deve seguir os mais elevados padrões de ética, integridade e moralidade das normas”, comentou. 

Para Laudiane Barbosa, estudante do sétimo semestre do curso de Administração, o evento realizado é de total importância. “Acho que é muito importante, tanto dentro da minha formação, quanto como ser humano. Quando a gente trata destes assuntos dentro das organizações tem que estar presente”, finalizou.

Programação

O simpósio terá sequência a partir das 18h, com a realização do painel “Gestão de Integridade no Setor Empresarial”. Nesta quarta-feira (03), a partir das 8h, será realizado o Congresso Integra MT. A programação contará com um painel sobre compliance criminal e o pacote anticrime e anticorrupção proposto pelo ministro da Justiça, Sérgio Moro, entre outras palestras.

Ainda integram os eventos três workshops, que serão realizados a partir de 08 de julho e abordarão os temas “Gestão de Contratos na Prevenção de Riscos”, “Noções de Compliance”, “Auditoria Contábil e Gestão de Riscos” e “Gestão de Integridade, Risco e Compliance”.

As inscrições para todas as atividades ou apenas para uma delas, seja o simpósio, o congresso ou os workshops podem ser feitas presencialmente no auditório da FACC ou no site da Fundação Uniselva.

Confira a galeria de fotos

Compartilhar