UFMT e a Universidade de Edimburgo discutem proposta de doutorado conjunto

UFMT e a Universidade de Edimburgo discutem proposta de doutorado conjunto

A reitora da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Maria Lúcia Cavalli Neder, esteve em visita oficial à Universidade de Edimburgo (Escócia), na última sexta-feira (30). A reunião foi precedida de uma fase preparatória, em que os secretários de Relações Internacionais das duas instituições fizeram consultas aos pesquisadores de suas instituições para prospectarem interesses mútuos. Durante o encontro, após ouvir apresentações sobre as duas universidades, os representantes da UFMT elaboraram uma proposta de um plano estratégico de cooperação mútua, em que se destacam a possibilidade de criação de doutorados conjuntos em áreas a serem definidas posteriormente, e a criação de um centro de pesquisa bilateral, com o ti?tulo proviso?rio de “Centre of Critical Studies on Development, Frontiers and the Environment (CCSDFE)”.

Entre os propósitos do centro de pesquisa em desenvolvimento, fronteira e meio ambiente, estão a realização de pesquisas teo?ricas e empi?ricas sobre conflitos nas fronteiras da expansa?o econo?mica e geopoli?tica; investigação acerca das particularidades histo?rico-geogra?ficas das fronteiras imperiais e nacionais na América do Sul; estudos sobre as dimenso?es ambientais e socioecono?micas do processo de estabelecimento de fronteiras; e estudos que levam a compreender as fronteiras fi?sicas e socioculturais como elementos integrais do mundo moderno.

Acompanharam a reitora Maria Lúcia na viagem ao Reino Unido, o Secretário de Relações Internacionais, professor Paulo Teixeira, e as pró-reitoras de Ensino de Pós-Gaduação, Leny Caselli Anzai, e de Ensino de Graduação, Irene Mello, que participaram da reunião em Edimburgo. O grupo foi recebido por uma comitiva liderada pelo reitor da Universidade de Edimburgo, professor Timothy O’Shea. Estiveram também presentes os professores da UFMT, Francisco Pinho, do Programa de Pós-Graduação em Geociências, e Vitale Joanoni Neto, do Programa de Pós-Graduação em História, que se encontram em estágio de pós-doutoramento na instituição escocesa.

A Universidade de Edimburgo, fundada em 1583, é um centro de ensino e pesquisa em Edimburgo, uma das universidades mais antigas da Escócia e está entre uma das maiores e prestigiosas do Reino Unido.

A viagem incluiu também visita ao “Centre for Carbon Innovation”, onde se congregam acadêmicos, empresários e membros da comunidade para discutirem ações que levem à criação de empresas e ações dirigidas a uma economia de baixo carbono. Foram também visitados a  Veterninary School in Easter Bush, o hospital para pequenos animais e o Roslin Institute, onde foi clonada a ovelha Dolly. Foram abertas, também, possibilidades de cooperação nas áreas de Veterinária, Zootecnia e produção de biorrefinarias.

ASCOM – Universidade Federal de Mato Grosso

Compartilhar