UFMT leva assistência jurídica beneficente à comunidade

UFMT leva assistência jurídica beneficente à comunidade

Universidade Além de seus Muros: Assistência Comunitária Técnico-Jurídica é um Projeto de Extensão da Faculdade de Direito (FD) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que visa levar à comunidade esclarecimentos sobre seus direitos sociais. Nesta semana, o Projeto estará presente na Praça Alencastro, em Cuiabá, no Festival de Flores da Casa da União Santa Luzia, das 14h às 17h.

Desenvolvido a partir de atendimentos em centros comunitários, associações sem fins lucrativos, e destinado a pessoas que se interessam em saber um pouco mais sobre seus direitos, o projeto tem o intuito de fazer com que a Universidade saia do ambiente acadêmico e leve prestação de serviços à comunidade.

Para a coordenadora, professora Silvia Loureiro, “o objetivo é levar esclarecimentos jurídicos à comunidade. Muitas pessoas deixam de postular seus direitos porque não sabem que os possuem. Nós queremos que a Universidade saia dos muros do ambiente acadêmico e esteja mais próxima da população”, afirmou.

Estudantes que integram o Núcleo de Prática Jurídica, assim como alunos do 2º ano do curso de Direito da UFMT e também de outras faculdades podem participar do projeto. “É essencial para a formação acadêmica que eles já comecem a interagir com a população. Entender como as pessoas demonstram os seus problemas e como nós podemos fazer a abordagem disso e auxiliá-las neste processo”, concluiu.

A estudante Daniela Silva Vardasca conta o motivo pelo qual se interessou em ingressar, “eu vi isso como um meio para interagir com a sociedade, aprender na prática assuntos que não temos contato no início do curso. Com o projeto eu vi a possibilidade de ter esse envolvimento com a sociedade”, disse.

O Projeto de Extensão estará presente na Praça Alencastro até sábado. Posteriormente, o centro comunitário do bairro Parque Geórgia será atendido com palestras e atendimentos jurídicos. O projeto já está estudando novos locais para assistência e se coloca à disposição dos presidentes dos bairros para convites.

Universidade Além de seus Muros: Assistência Comunitária Técnico-Jurídica é um Projeto de Extensão da Faculdade de Direito (FD) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que visa levar à comunidade esclarecimentos sobre seus direitos sociais. Nesta semana, o Projeto estará presente na Praça Alencastro, em Cuiabá, no Festival de Flores da Casa da União Santa Luzia, das 14h às 17h.

Desenvolvido a partir de atendimentos em centros comunitários, associações sem fins lucrativos, e destinado a pessoas que se interessam em saber um pouco mais sobre seus direitos, o projeto tem o intuito de fazer com que a Universidade saia do ambiente acadêmico e leve prestação de serviços à comunidade.

Para a coordenadora, professora Silvia Loureiro, “o objetivo é levar esclarecimentos jurídicos à comunidade. Muitas pessoas deixam de postular seus direitos porque não sabem que os possuem. Nós queremos que a Universidade saia dos muros do ambiente acadêmico e esteja mais próxima da população”, afirmou.

Estudantes que integram o Núcleo de Prática Jurídica, assim como alunos do 2º ano do curso de Direito da UFMT e também de outras faculdades podem participar do projeto. “É essencial para a formação acadêmica que eles já comecem a interagir com a população. Entender como as pessoas demonstram os seus problemas e como nós podemos fazer a abordagem disso e auxiliá-las neste processo”, concluiu.

A estudante Daniela Silva Vardasca conta o motivo pelo qual se interessou em ingressar, “eu vi isso como um meio para interagir com a sociedade, aprender na prática assuntos que não temos contato no início do curso. Com o projeto eu vi a possibilidade de ter esse envolvimento com a sociedade”, disse.

O Projeto de Extensão estará presente na Praça Alencastro até sábado. Posteriormente, o centro comunitário do bairro Parque Geórgia será atendido com palestras e atendimentos jurídicos. O projeto já está estudando novos locais para assistência e se coloca à disposição dos presidentes dos bairros para convites.

Compartilhar