UFMT promove seminário sobre direito e ética no Radialismo

A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio do curso de Cinema e Audiovisual, vinculado à Faculdade de Comunicação e Artes (FCA) realiza nesta terça-feira (12) o primeiro seminário regional discente de extensão da disciplina “Direito e Ética no Radialismo”. O evento, que conta com apoio da FCA e da Coordenação do Curso de Radialismo, Cinema e Audiovisual da UFMT, será realizado no auditório M do Instituto de Linguagens (IL) e as inscrições são gratuitas antes do evento e haverá certificação oferecida pela Coordenação de Extensão (Codex).

Com a temática “Atualidades das práxis para a crítica no exercício profissional: o comunicador, radialismo, cinema e audiovisual em debate”, o evento tem início às 7h50, com a performance do maestro Paulino Antunes, pianista da Banda Acrópolis, e do professor Ney Arruda ao violino. A primeira sessão da manhã terá como tema “Exercitando a Comunicação como Radialista: trajetórias profissionais exemplares” e contará com a participação de Ulisses Serotini e Manoel Vicente Santos. A programaçõ segue com o tema “O labor do Comunicador Cineasta: percursos da atividade criativa e cinematográfica”, que terá a participação dos cineastas João Carlos Bertoli, da Produtora LáMiRé e de Luiz Marchetti, da TV Assembleia de Mato Grosso.

A ênfase da ação organizada se encontra estruturada diante da pluralidade de tendências, correntes e movimentos inerentes à prática da atividade profissional do comunicador radialista e cineasta produtor do audiovisual existentes. O fato da vivência de um conglomerado de escolas de comunicação social de caráter investigativo inspiradas pelo tema do exercício laboral do radialista e do cineasta produtor de audiovisual favorece a necessária interpretação desses grupamentos de excelentes profissionais no mercado de trabalho local a partir da disciplina “Direito, Ética no Radialismo”.

Do ponto de vista da perspectiva acadêmica, os estudantes da UFMT poderão, a partir do evento, dedicarem-se a um estudo das tendências em termos de prática profissional como uma atitude para sensibilizar o segmento social da cidadania externa aos muros do pensamento universitário para um estudo desse diálogo entre atitude profissional como radialista comunicador social e o produtor cineasta no audiovisual.

“O resultado esperado é o início de uma capacitação do público discente alvo para aperfeiçoar os níveis de esclarecimento quanto à perspectiva de atuação profissional na área do Radialismo e do Cinema-Audiovisual em Mato Grosso, sob uma perspectiva crítica do conhecimento profissional na prática. Além de ofertar a possibilidade de elucidações aos discentes no sentido de que eles desenvolvam suas próprias reflexões investigativas sobre o tema central desta atividade extensionista na UFMT”, aponta o organizador do evento e responsável pela disciplina, professor Ney Arruda.

Compartilhe: