UFOP – Sala Aberta discute gênero e sexualidade

UFOP – Sala Aberta discute gênero e sexualidade

O evento teve a presença do professor Marco Antônio Torres, do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFOP. Ele ministrou a palestra “Violência ética: gênero e sexualidades na universidade”.

Para Torres, a violência ética “é a impossibilidade do outro que sofre em conseguir falar sobre sua própria dor”. Ao abordar sexualidade e gênero, o professor acredita ser necessário reconhecer o sujeito em dimensões tão importantes para não criar um bloqueio de aprendizagem, e completou que “ninguém é capaz de aprender estando em uma situação de humilhação ou violência”. O evento, organizado pela Pró-reitoria de Graduação (PROGRAD), por meio do Núcleo de Apoio Pedagógico (NAP), aconteceu na quarta (24).

Torres vê espaços, a exemplo do Sala Aberta, como importantes para possibilitar o diálogo sobre assuntos muitas vezes pouco debatidos abertamente pelos docentes. O professor complementou ser “importante dialogar sobre esses temas, pois ainda não conseguimos passar pela barreira social e problematizar com mais consistência”.

A proposta do Sala Aberta é levantar questões importantes relacionadas à docência, como explica a coordenadora do NAP Raquel Leite. Esta edição “trouxe muitas reflexões sobre costumes internalizados em alguns comportamentos que viabilizam essa violência ética. Na Universidade, com cada vez mais sujeitos diversos, dar voz e escutar essa diversidade é essencial”.

Saiba mais sobre o Sala Aberta, na página do NAP.

 

Compartilhar