Ufopa assina termo de cooperação técnica com a Bio Tec-Amazônia

Ufopa assina termo de cooperação técnica com a Bio Tec-Amazônia

A Organização Social BioTec-Amazônia assina hoje, 7 de maio de 2018, Termo de Cooperação Técnica com três instituições, públicas e privadas, durante a Reunião do Fórum das Instituições de Ciência e Tecnologia, que acontece na Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), em Belém. A Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa), a Universidade do Estado do Pará (Uepa) e a Universidade da Amazônia (Unama), participantes do Fórum das ICTs, serão as novas entidades parceiras da BioTec-Amazônia.

O Termo de Cooperação Técnica estabelece, entre as partes, apoio na criação e no fortalecimento de ambientes de inovação nas regiões de integração do Estado do Pará. Enquanto espaços destinados a dar suporte científico-tecnológico necessário às cadeias produtivas, consideradas estratégicas no Programa BioPará, as entidades parceiras da BioTec-Amazônia serão estratégicas nos setores de alimentos, nutracêuticos, fitofármacos, cosméticos, produtos florestais e agrícolas, pesca e aquicultura.

Realiza a assinatura do Termo de Cooperação Técnica o presidente da BioTec-Amazônia, José Seixas Lourenço, com os representantes de cada uma das entidades. Ao assinar o Termo de Cooperação Técnica, as partes estabelecem parcerias para a viabilização de cooperação técnico-científica, visando o desenvolvimento de atividades de interesse comum das instituições e a execução de projetos, estudos e pesquisas, com foco nas áreas de biodiversidade, biotecnologia e bionegócios.

As atividades são desenvolvidas em concordância com eixos estratégicos que dizem respeito à gestão inovadora da BioTec-Amazônia, a partir da construção de alianças entre atores do ambiente de inovação do Estado. O eixo 2, “Prospecção e atração de novos negócios com foco no BioPará”, estabelece protocolos de intenção com investidores, visando atrair empresas dos setores produtivos prioritários apontados no Programa BioPará e demais investidores.

As entidades apoiam, com informações estratégicas e com o uso das incubadoras, dos Parques Tecnológicos e dos laboratórios das Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT’s), a formação de novas empresas de base tecnológica, além de outras iniciativas associadas a empreendimentos já instalados ou em fase de instalação. Difundem a cultura da propriedade intelectual nos ambientes acadêmicos, nos meios empresariais e nas comunidades tradicionais e fornecedoras de insumos, em articulação com os Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs) e com outras instâncias congêneres de instituições de pesquisa e desenvolvimento, com vistas à transformação de conhecimento em inovação.

As instituições parceiras também elaboram panoramas de inovação nas empresas atuantes em território paraense na produção de produtos e processos oriundos do aproveitamento da biodiversidade amazônica e realizam, em articulação com atores do sistema de inovação estadual, estudos estratégicos de suporte a atuação empresarial em setores priorizados pelo programa BIOPARÁ.

No último dia 11 de abril de 2018, a BioTec-Amazônia assinou Termos de Cooperação Técnica com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e o Centro Universitário do Estado Pará (Cesupa). Só nesses cinco primeiros meses de 2018, a BioTec-Amazônia já conta com seis termos de cooperação técnica firmados com centros acadêmicos.
OS – A BioTec-Amazônia é uma associação de direito privado, qualificada pelo Governo do Estado do Pará como Organização Social para promover o uso sustentável da biodiversidade estadual e regional. Foi constituída, em 2016, para gerir o programa paraense de incentivo ao uso sustentável da biodiversidade amazônica, o BioPará.

Após um chamamento público, a organização social foi qualificada no dia 21 de setembro de 2017, com publicação do Decreto nº 1849, de 19 de setembro de 2017, no Diário Oficial do Estado do Pará, pelo governador do estado. O decreto publicado qualifica a BioTec Amazônia como organização social para atuar na área de Desenvolvimento Tecnológico e Científico, conforme Lei Estadual nº 5980/1996 e Decreto Estadual nº 3876/2000.

No dia 14 de dezembro de 2017, o Governo do Pará, por intermédio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet), assinou, no Hangar Centro de Convenções e Feiras, o contrato de gestão com a Organização Social BioTec-Amazônia. A gestão da OS BioTec-Amazônia é um sistema inteligente de governança voltado ao estímulo de uma economia dinâmica fundada no uso sustentável da biodiversidade, com a devida e adequada base científica e tecnológica. A BioTec-Amazônia sustenta-se na tríade ciência, indústria e sociedade, pois entende que a pesquisa aliada à produção correta gera benefícios imediatos para toda a comunidade.

Compartilhar