UFOPA – Inaugurado laboratório de testes de Covid-19 em Santarém

UFOPA – Inaugurado laboratório de testes de Covid-19 em Santarém

Foi inaugurado na última sexta-feira, 10 de julho, o Laboratório de Biologia Molecular do Baixo Amazonas (Labimol), destinado à realização de testes de Covid-19 na população dos municípios da região Oeste do Pará. A solenidade foi realizada no auditório do Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA) e contou com a participação do reitor da Ufopa, Prof. Dr. Hugo Alex Diniz; do diretor do HRBA, Hebert Moreschi; do secretário Regional de Governo, Henderson Pinto; da diretora do 9º Centro Regional de Saúde, enfermeira Marcela Tolentino; e do pró-reitor da Cultura, Comunidade e Extensão (Procce) da Ufopa, Prof. Dr. Marcos Prado, além de outros convidados.

Os exames de detecção da Covid-19 (novo coronavírus) serão realizados no HRBA, e a meta é fazer 116 testes por dia. Os resultados deverão sair em um prazo de 24 a 48 horas, que poderá ser antecipado, em casos de pacientes mais graves. Antes as testagens vinham sendo realizadas no Laboratório Central (Lacen), em Belém, e levavam de sete a dez dias para ser concluídas.

O laboratório é o resultado de parceria da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) com o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria Regional de Governo e da Secretaria de Estado da Saúde (Sespa), com o HRBA, com a Pró-Saúde e com Ministério Público do Trabalho (MPT).

Para a Ufopa — que, entre outras ações, promoveu treinamento para a realização da testagem do novo coronavírus — trata-se de uma iniciativa de fundamental importância para a região. Segundo o reitor da Ufopa, Hugo Diniz, “é uma honra fazer parte de mais uma ação de enfrentamento à pandemia. Nosso chamado principal como universidade é na condição de ciência, e objetivamos no futuro utilizar o espaço para a área de pesquisa, ensino e extensão”.

Já o pró-reitor da Cultura, Comunidade e Extensão (Procce) da Ufopa e um dos idealizadores do projeto, Marcos Prado, reafirma que a inauguração do Labimol representa uma grande conquista para a região. Ele lembrou que os trabalhos de implantação do projeto iniciaram-se em abril, em junho foram feitos os primeiros testes, e agora em julho ocorre a inauguração oficial.

Para ele, “com essa iniciativa, podemos triplicar o número de testes feitos no Oeste e reduzir o tempo de recebimento dos resultados. Nosso objetivo é entregar em até 72 horas, no máximo, para que possa orientar de forma adequada a conduta médica, bem como o paciente poder se isolar socialmente e assim evitar a contaminação de seus familiares e amigos. Outra vantagem é a liberação de leitos, tanto de UTI quanto de enfermaria, e leitos de isolamento, nos casos em que o paciente já se curou da Covid-19. Detectar a cura dele e remover de isolamento para que outra pessoa necessitada ocupe aquele leito contribui muito para todo o processo. É um grande avanço, uma grande conquista para os 20 municípios atendidos pelo 9º Centro Regional de governo, e, acima de tudo, mostra a relação próxima que a Universidade tem com a nossa comunidade. A Ufopa está atendendo a uma demanda levantada pela sociedade, utilizando seus equipamentos, seu conhecimento técnico e científico em prol da população do Oeste do Pará”, finalizou o pró-reitor.

Compartilhar